Alta Tecnologia no mercado da Estética e Fisioterapia.

Referência nacional em fisioterapia e estética, a Professora Universitária, Fisioterapeuta e Pesquisadora Mestre Helena Hanna K. D. Giusti, recentemente escreveu o capítulo a respeito de Luz Intensa Pulsada (IPL), equipamento de alta Tecnologia fototerapia no livro “Terapêutica em Estética” – 2016, da Editora Phorte. A Professora Helena, foi pioneira na autoria de publicações sobre IPL em fisioterapia e estética, em 2010 havia publicado sobre o mesmo assunto, porém direcionado para a fisioterapia dermatofuncional, o conteúdo publicado recentemente foi adequado para a estética.

A Professora comenta que homens e mulheres poderão fazer uso da IPL, a fim de eliminar os pelos indesejados de várias regiões do corpo e tratar estrias. Também frisa que o inovador recurso trata e rejuvenesce a pele, é capaz de eliminar manchas como melanoses e acnes juvenis. A Professora Helena é uma parceira de longa data da Shopfisio, onde já ministrou cursos, treinamentos e consultorias técnicas.  A Shopfisio apoiou com equipamentos suas palestras e pesquisas científicas fornecendo os equipamentos necessários.  Hoje, a Professora reside nos EUA, é integrante da World Association Laser Therapy (WALT) onde continua seus estudos e aprimora seus conhecimentos.

Veja um resumo do capítulo escrito pela parceira Shopfisio, Professora Helena no livro “Terapêutica em Estética” de autoria de Fábio dos Santos Borges.

 

LUZ INTENSA PULSADA (IPL)

 

A técnica IPL tem sido bastante utilizada por ser altamente efetiva nos tratamentos de lesões pigmentares da pele, lesões vasculares, acnes ativas, manchas e hemangiomas, hirsutismo, hipertricose e epilação, estimulação de colágeno, elastina e melasses.

A LIP possui as características físicas de policromaticidade, luz, fluência de faixa de luz, incoerência, transmissão, absorção, tem efeitos fototérmicos, fotoquímicos e de fototermólise seletiva sobre o tecido, estes efeitos permitem que a energia luminosa seja absorvida. É ativada por meio de reações químicas e conforme o comprimento de onda e a duração dos pulsos luminosos o tecido alvo é selecionado sem lesar os adjacentes.

É importante ressaltar que como se trata de uma luz, a aplicação prática deve ser embasada na avaliação precisa do fototipo de pele, ou na classificação de Fitzpatrick, pois de uma pele classificada como I (pele muito branca) a VI (pele negra), ou seja, que possui muita melanina, a irradiação de luz deve ser cuidadosamente dosada, porque a melanina é um dos receptores em potencial da irradiação fotônica. Portanto, a LIP contém aplicadores com filtros de corte ou troca de comprimento de ondas para evitar efeitos indesejáveis e lesões.

Cada fabricante desenvolve um tipo de filtro, como forma de bloqueadores par determinados comprimentos de ondas ou destinando para cada comprimento de onda em nanômetro o tratamento almejado.

O LIP pode ser utilizado em tratamentos de estrias, telangiectasias, hemangiomas, melanoses, epilação e acnes. Vale ressaltar que dentro das indicações, de forma geral, é importante aplicar as medidas de segurança durante a prática do tratamento, como avaliar e classificar o tipo e cor de pele conforme relatamos acima, dosar o equipamento de acordo com o alvo e diagnóstico, aplicador e cliente devem fazer o uso de óculos protetores para o bloqueio da irradiação até a córnea, utilizar gel no local a ser tratado, proteção ao redor das áreas íntegras, iniciar com fluência mais baixa e limpar o anteparo do filtro do aplicador.

O profissional de estética em geral, como médicos, esteticistas e fisioterapeutas podem realizar uma técnica altamente efetiva e com sucesso garantido, desde que a realize de forma coerente e cuidadosa. Para a aplicação ser bem-sucedida, primeiramente deve ser feita uma avaliação minuciosa, indicativa e traçar o objetivo a ser atingido e, dentro disso, o cliente assinará o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, assim o terá a percepção da seriedade do profissional e da técnica, além de ser informado dos cuidados após ser submetido à próxima aplicação.

 

Grande abraço e até a nossa próxima atualização científica!

Fonte: Giusti, H.H.K.D, Pirola, F.M., Vieira, K.F. TERAPEUTICA EM ESTÉTICA; conceitos e técnicas, Editora Phorte, 2016 [capítulo 6 do livro de autoria Fábio dos Santos Borges; Flávia Acedo Scorza).

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta