Cientistas descobrem hormônios que motivam ao exercício

Um hormônio pode dar motivação para praticar exercícios.
Com preguiça de se exercitar? Pois saiba que cientistas da Universidade de Zurique, na Suíça, descobriram o conteúdo para uma potencial pílula que pode fornecer motivação. Testes com ratos constataram que taxas elevadas de hormônio eritropoietina (EPO) os levaram a correr mais rápido e por mais tempo. Os dados são do jornal Daily Mail.
A equipe comparou três tipos de animais: os que receberam EPO humano injetável, os que foram geneticamente modificados para produzir EPO humano e os que não contaram com qualquer tratamento (grupo controle). Constatou que todos que lançaram mão do hormônio tiveram benefícios.
“Nós mostramos que o hormônio aumenta a motivação para o exercício. Muito provavelmente, tem um efeito geral sobre o humor de uma pessoa”, disse o pesquisador Max Gassmann. O tratamento potencial poderia ajudar pessoas com condições que vão de obesidade ao Alzheimer, em que a atividade física pode melhorar os sintomas.

 

Fonte: Fisioterapia

Deixe uma resposta