Drenagem linfática em Mulheres Mastectomizadas

A eficácia da drenagem linfática para tratar o linfedema em mulheres mastectomizadas tem se confirmado com os resultados positivos durante o tratamento, pois os transtornos naturais da doença são minimizados. Segundo a massoterapeuta Silvaney Vieira, essa técnica promove melhor condição de vida e possibilita a essas mulheres uma melhor condição de desenvolver suas funções diárias.
A mastectomia desencadeia alterações funcionais, emocionais e físicas, que representam grandes transtornos na vida diária da mulher mastectomizada. De acordo com a massoterapeuta, tem-se observado os seguintes relatos: perca de amplitude de movimentos, alterações de sensibilidade, dor em região posterior do braço e oco axilar e desconforto do braço do lado mastectomizado.
A especialista diz que é grande o número de mulheres linfomatoide que desenvolvem linfedema, ou seja, excesso de linfa acumulado fora dos vasos linfáticos, entre os tecidos. “Isso ocorre devido à retirada de gânglios linfáticos axilares, isso resulta em interrupção e ineficiência da circulação linfática do membro superior”, explica Silvaney.

Drenagem Linfática
A massoterapeuta explica que a drenagem linfática manual é uma técnica de massagem suave, que sempre obedece a linha muscular e o curso dos vasos linfáticos, sem o uso de pressão nas manobras. “Portanto não é um tratamento dolorido. Ele estimula a circulação da linfa entre os vasos e tecidos e promove melhor oxigenação e nutrição celular. Essa é uma terapia que demonstra extraordinários resultados nos casos de edemas e linfedemas, proveniente da incapacidade de filtração, por algum comprometimento, que afeta o sistema linfático”, diz.
Existem vários tipos de tratamento para o câncer de mama, vai desde a retirada do tumor, à amputação da mama (mastectomia). Silvaney diz que são vários fatores que definirão as diretrizes de tratamento para o médico, de acordo com os dados obtidos por investigações clínicas, por imagem e laboratoriais.
Portanto, devem-se obedecer as orientações médicas, considerando que todo procedimento, nesses casos, são indispensáveis a aprovação e acompanhamento do corpo clínico responsável por cada caso. “A drenagem só pode ser desenvolvida por profissional devidamente habilitado à atuar na área de massoterapia. Para tanto, deve dominar conhecimentos na área de anatomia humana, fisiologia, sem contar com valores éticos e morais, que garantam segurança e respeito à paciente”, finaliza a especialista.

 

Fonte: Estética e Plástica

Doutor shopfisio