Equoterapia contribui também no Tratamento de Distúrbios Alimentares

Além de fazer a grande diferença na reabilitação de pacientes com limitação física, a Equoterapia ajuda no tratamento de distúrbios alimentares.
A Equoterapia contribui no tratamento de distúrbios alimentares. A atividade atua tanto na parte física quanto emocional, ajudando as pessoas que sofrem de anorexia, ansiedade, bulimia, insegurança, transtorno obsessivo compulsivo (TOC) que acabam descontando na comida.

A fisioterapeuta Letícia Junqueira explica:
— Os exercícios em cima do cavalo vão atuar no controle e, em alguns casos, normalização desses sintomas, fazendo com que o praticante comece a se gostar mais e não deixe de se alimentar corretamente devido aos problemas emocionais.
Ao realizar os exercícios, o nível de serotonina, neurotransmissor responsável pela felicidade, aumenta e faz com que a pessoa melhore a autoestima, além de ajudar na diminuição dos distúrbios alimentares.
Os resultados do tratamento dependem do estado psicológico da pessoa e também do tipo de distúrbio que ela tem.

 

Fonte: Fisioterapia

Deixe uma resposta