Ergonomia, qual a sua importância?

A ergonomia é um termo derivado do grego “ergon”, que significa “trabalho” e “nomos”,
que significa “leis ou normas”.
Ergonomia designa o conjunto de disciplinas que estuda a organização do trabalho.
O principal objetivo da ergonomia é desenvolver e também aplicar técnicas de adaptação
do homem ao seu trabalho de formas eficientes e seguras de desempenhá-lo visando o bem-estar e,
conseqüentemente o aumento da produtividade.

O conceito de Ergonomia se aplica à qualidade de adaptação de uma máquina ao seu operador, proporcionando um eficaz manuseio e evitando um esforço extremo do trabalhador
na execução do trabalho.
As lesões por esforço repetitivo (LER) são um dos problemas físicos mais comuns
que podem causar limitações ou mesmo incapacidade de trabalhar.
Utilizar soluções ergonômicas no local de trabalho é uma iniciativa
que pode aumentar significativamente os níveis de satisfação,
eficácia e eficiência do trabalhador.

Mas, o que é Ergonomia? Quais são as conseqüências advindas de um ambiente laboral onde o trabalhador é submetido a fatores de riscos ergonômicos? O que fazer para prevenir o aparecimento de doenças nesses ambientes?

Assim, podemos conceituar Ergonômica como um conjunto de ciências e tecnologias que procura a adaptação confortável e produtiva entre o ser humano e seu trabalho, basicamente procurando adaptar as condições de trabalho às características do ser humano (Ergonomia Aplicada Ao Trabalho, Dr. Hudson de Araújo Couto, 1995, editora Ergo).

Portanto, a aplicação da ergonomia ao trabalho visa basicamente o aumento do conforto, a diminuição de lesões e o aumento da produtividade.

Não há um profissional específico para lidar com os problemas e soluções no campo da ergonomia. Esse trabalho deve ser desenvolvido por uma equipe multi e interprofissional na abordagem dos problemas e das soluções ergonômicas no trabalho. Equipe multiprofissional composta por pessoas de diferentes expertises que se complementam, tais como: Médico do trabalho, Engenheiro de segurança do trabalho, Engenheiro industrial, Projetista, Desenhista industrial, Terapeuta ocupacional, Fisioterapeuta, Gerente, Supervisor, Trabalhadores de produção etc.

Passos para a Intervenção Ergonômica:

Transformar condições primitivas em postos de trabalho;

Melhorar as condições de conforto relacionadas ao ambiente de trabalho;

Melhorar o método de trabalho;

Melhorar a organização do sistema de trabalho;

 

(Fonte: o manual técnico da máquina humana, volume I, Dr. Hudson de Araújo Couto, 1995, Editora Ergo)

 

Renan Villa Verde

Fisioterapeuta

CREFITO: 44835- LTF

Deixe uma resposta