Inverno é aliado dos tratamentos estéticos

Agora é a hora para corrigir manchas, rejuvenescer a pele e realizar outras técnicas que prometem dar aquela repaginada intensiva ao visual

Devido a menor incidência dos raios solares, a temporada fria é o período ideal para a realização de tratamentos estéticos para a pele. Segundo o médico dermatologista Dr. Ademir Jr., com o clima mais frio os pacientes diminuem a exposição ao sol, permitindo melhores resultados para os tratamentos e reduzindo os riscos de manchas ou outros efeitos indesejados.

De acordo com o médico, as técnicas mais procuradas são aquelas que visam corrigir manchas, rejuvenescer a pele e eliminar definitivamente os pêlos indesejáveis. “Atualmente luzes como LEDs e LASERS são correntes nos consultórios médicos e ajudam em muito na melhora de quadros de rejuvenescimento, pois estimulam a produção de colágeno e a hidratação da pele. Os peelings ainda são a melhor técnica para a eliminação das manchas, principalmente os considerados leves (superficiais), que são feitos em algumas sessões de periodicidade semanal ou quinzenal, pois não atrapalham o dia-a-dia dos pacientes”, explica.

Já os pêlos podem ser eliminados com a depilação a laser que, segundo o especialista, deve ser realizada mensalmente ou a cada 45 dias. “Uma vez começado o tratamento a redução de pêlos é gradativa e deverá ocorrer totalmente ao final de cinco a 12 sessões”.

Contudo, sempre se deve levar em conta a palavra de um especialista na hora de escolher o melhor tratamento. “De fato existem muitas técnicas que melhoram a qualidade da pele, cabe ao médico e seu paciente planejarem qual o melhor tratamento para solucionar os principais problemas”, afirma o dermatologista.

Proteção solar e cuidados com a pele também no inverno

Quando o assunto é cuidado com a pele, todo mundo aponta o sol, o verão, a praia como principais vilões. Entretanto, os dias mais frios também são prejudiciais e, mesmo que não pareçam, os raios solares no inverno continuam sendo nocivos à pele. “A fotoproteção é essencial não pela temperatura, mas sim pelas radiações que nos expomos. Luzes de todas as origens podem ser motivos de aceleração do envelhecimento e do aparecimento de manchas na pele. Desde luzes de casa às radiações de monitores e TVs. Mas o sol, é o emissor de radiação mais importante e, como sabemos, não se esconde no inverno”, diz Dr. Ademir.

O dermatologista acrescenta ainda que outro problema mais comum quando a temperatura abaixa, é a desidratação da pele. “A baixa umidade do ar – comum nesse período e a diminuição de suor no corpo colaboram para o ressecamento. Além dos banhos muito quentes que retiram a gordura da pele e dos cabelos fazendo com que estes ressequem com mais facilidade”, diz.

No entanto, Dr. Ademir lembra que não adianta ter cuidados somente quando o problema aparecer no inverno e aconselha o uso de hidratante e do protetor solar durante o ano inteiro. “Procure também ter uma alimentação saudável. Consuma alimentos integrais (grãos e pães) e óleos ricos em ácidos graxos essenciais como os de oliva, linhaça e ômega 3 (peixes). Eles ajudam a pele a produzir seus hidratantes naturais”, conclui o médico.

Fonte: guiasalaobrasil.com

Deixe uma resposta