Lesões em corredores recreacionais

A corrida é considerada uma das atividades físicas mais populares do mundo principalmente pelo baixo custo da prática e de fácil execução também. Com esse crescimento os praticantes começaram a se queixar de dores e o aparecimento de lesões começou a ser mais comuns entre os grupos de corrida.
Alguns estudos estão sendo realizados para identificar possíveis fatores de risco para essa modalidade. Entender melhor o perfil dos corredores recreacionais, cada particularidade como a distância semanal de treinamento é uma ótima opção aos treinadores dessa população, e nesse caso a participação de fisioterapeutas, médicos e outros profissionais da saúde nos treinamentos de corrida podem auxiliar com diversas estratégias de prevenção. As principais lesões apresentadas são: tendinopatias e lesões musculares, sendo o joelho a articulação que mais é citada.
Infelizmente essa não é nossa realidade! A maioria dos corredores prefere treinar sem nenhum tipo de acompanhamento profissional!
Alguns estudos apontam que a inexperiência na prática da corrida pode também ser um fator de risco para novas lesões. A associação encontrada entre a experiência de corrida e a história de lesões pode ser explicada pelo fato de que, quanto maior a experiência do corredor, maior sua capacidade de adaptação ao estresse musculoesquelético imposto pela corrida. Outra possível explicação é o que a literatura denomina de “fenômeno de sobrevivência”, pois os indivíduos mais experientes seriam os “sobreviventes” das lesões que fizeram muitos outros corredores abandonarem a prática de corrida.
Para os corredores, saber a quantidade e quais são as lesões da corrida pode alertar sobre a necessidade de cuidados em relação à prática dessa atividade física, estimulando um modo mais seguro aperfeiçoar sua técnica e rendimento físico.
Tudo isso só estimula os profissionais a desenvolverem programas de tratamento para essa população promovendo a prática de forma mais eficiente e segura. A opção da prática do Pilates como forma de prevenir lesões e dores atualmente está sempre entre as técnicas mais indicadas pelos profissionais e os corredores também estão cada vez mais adeptos à prática do método.

 

Fonte: Revista Pilates

Deixe uma resposta