Natação para Bebês

Benefícios

 

Físicos

O bebê, através da prática da natação, que irá respeitar o seu desenvolvimento maturacional, neuromotor, ganhará força da musculatura em geral  e ainda irá colaborar  com o desenvolvimento da lateralidade, equilíbrio, orientação espacial e coordenação motora ampla. Respeitando sua habilidade motora, o bebê libera sua capacidade de movimentar-se e de criar, explorando seu corpo e o espaço à sua volta.

Psico sociais

A atividade desenvolve o  equilíbrio emocional, uma vez que se relaciona com outras crianças e outros adultos, favorecendo a sociabilização e a conquistar determinados objetivos, estimulando a auto-estima. A afetividade, é um campo muito bem explorado nesta prática, já que a aula com os pais acaba sendo mais um momento de intenso convívio e troca de afetividade. Além de que na aula há regras, e o bebê desde o início da vida já deve ser incentivado a lidar com regras.

 

Terapêuticos

O benefício terapêutico visa os fins preventivos de doenças do aparelho respiratório, na medida em que aumenta a resistência, com a inalação de ar num ambiente úmido e quente como o da piscina, torna possível que o ar atinja as vias aéreas inferiores em melhor temperatura, umidade e limpeza, prevenindo, com isso, uma série de transtornos para os pulmões, como por  exemplo, acúmulo de secreção ou irritação da parede brônquica provocada pelo ar frio. Outro fator importante seria a melhora de problemas posturais, ajudando a corrigir possíveis deficiências e ainda podendo evitar que essas surjam com o passar dos anos.

 

Lúdicos

Como em toda terapia e atividade que envolva crianças, o lúdico é essencial para que a mesma seja desenvolvida com total atenção dos envolvidos. A recreação aquática é tão fundamental que praticamente toda a aula deve ser ministrada de forma lúdica e recreativa, quer seja na forma de jogos cantados ou na iniciação dos fundamentos básicos, como o batimento de pernas e braços, ou mergulhos. Brincando, os bebês têm uma melhor assimilação dos exercícios, e o mais importante, aprendem a associar atividade física com prazer, fortalecendo sua auto-estima e autoconfiança. A música é um elemento importante na aula de natação: ela estimula a memória e  aumenta o vocabulário do bebê, além de estimular a  musicalidade que traz melhorias na coordenação motora, noções de ritmo e aprendizagem dos fundamentos: mergulho, flutuação, batimentos de pernas e braços, que nas aulas são ensinados através de músicas.

natacao_infantil

 

Materiais Utilizados

Nas aulas são utilizados alguns materiais que auxiliam no posicionamento do bebê e ainda ajudam a “prender a atenção” dos pequenos durante a período de aprendizagem. Entretanto, alguns autores dizem não ser ideal usar muitos materiais pois assim será incentivada a flutuação e impulsão que devem ser procurados pelo aluno sem o auxilio de artifícios. Já outros autores dizem que o uso destes materiais auxiliadores facilitam alguns processos que devem ser superados nas aulas, tais como:

  1. Sensação de segurança.
  2. Menos fadiga (aumento do tempo de aula).
  3. O ensino é mais atrativo.
  4. Maior aprendizado e menor período de tempo.

Os tipos de materiais utilizados são divididos em categorias: flutuação, respiração, propulsão e recreação.

1. Flutuação

Tem como principal função ajudar a criança atingir e treinar o equilíbrio, são eles: pranchas, blocos ondulados, braçadeiras (boias) e tubos de espuma (macarrão).

2. Propulsão

Principal objetivo é facilitar a propulsão da criança no meio aquático, são eles: Nadadeiras (pés de pato) ou palas.

3. Respiração

Tem como objetivo facilitar as atividades de respiração e visão dentro d’água, são eles: Snorkel e protetor nasal.

4. Recreativos

Principal objetivo é manter a atenção da criança na aula, encorajar a interação aluno/água (adaptação) e distração perante o medo, são eles: tapetes de EVA, bolas e brinquedos em geral que possam ir a água.

ludico_bebe_natacao

Acesse nosso site e encontre os materiais citados acima e ainda muito mais!

 

Deixe uma resposta