Pensou Segurança e Eficácia, Pensou Luz Intensa Pulsada

Conhecida como LIP, a Luz Intensa Pulsada conquista cada vez mais novos espaços no mercado de estética. Esta tecnologia é muito procurada por quem deseja realizar tratamentos de rejuvenescimento, acnes, telectangias, manchas e também por quem busca realizar uma depilação eficiente e mais confortável.

Sua vantagem são os diferentes comprimentos de onda que variam de acordo com o filtro óptico escolhido. Assim, é possível atingir diversos cromóforos alvos, como a melanina, porfirina e hemoglobina, transformando a luz emitida em calor, tratando muitas disfunções estéticas.

Como dizia Jorge Ben Jor, moramos em um país tropical, o que nos proporciona uma exposição solar constante, isso torna o envelhecimento cutâneo precoce e o aparecimento de melanoses inevitáveis. A LIP é altamente indicada para o tratamento destas disfunções e através dela é possível ter ótimos resultados. Vale ressaltar que a anamnese é indispensável, somente através dela será feita a escolha correta do filtro, parâmetros e fluência ideal para o procedimento.

Para o tratamento de melanoses solares, por exemplo, a luz emitida através da Luz Intensa Pulsada será absorvida pela melanina encontrada nas lesões e transmitida em forma de calor até os melanossomas, onde ocorrerá a lise dos mesmos. Como consequência, a melanina será fragmentada em pequenas partículas, e as células que contêm melanina (melanócitos e ceratinócitos) serão danificados. Nestas aplicações, ocorrerá um acinzentamento e posteriormente um escurecimento das manchas. A LIP poderá causar a formação de crostas finas na superfície da pele que se desprenderão entre 12 e 15 dias após a aplicação e que não devem ser removidas. Após esse período, será notável o clareamento da região. As sessões deverão ser realizadas a cada 15 dias e o número de sessões variam de 4 a 6 aplicações.

No procedimento para rejuvenescimento, a luz será absorvida também pela melanina e hemoglobina presentes na pele que absorverão a luz e a transformarão em calor, alcançando assim as fibras de colágeno na derme superior, o que causará uma injúria térmica com subsequente reparação através da ativação dos fibroblastos, estimulando a neocolagênese (formação de colágeno). No tratamento de rejuvenescimento é possível observar, logo após aplicação um eritema e edemas locais que cessarão em poucos minutos, mas que são necessários para que ocorra a estimulação e remodelação do colágeno, promovendo uma melhora da textura e tônus da pele. As sessões também devem ser realizadas a cada 15 dias e o número de sessões variam de 4 a 6 aplicações, podendo variar de acordo com a avaliação do profissional.

Os tratamentos com Luz Intensa Pulsada são seguros, eficazes e podem ser realizados em qualquer época do ano. Mas, vale lembrar que o uso do protetor solar é indispensável, garantindo o sucesso do tratamento e evitando complicações e recidivas.

Deixe uma resposta