Pilates ajuda a afastar o estresse e mantém o corpo em forma

Veja perguntas e respostas e tire suas dúvidas sobre a atividade física.
Cada vez mais comum nas academias e em centros especializados, o pilates é um método que utiliza técnicas de alongamento para tonificar os músculos e realinhar a postura. Além disso, os praticantes buscam união entre corpo e mente. Respiração, postura e concentração são alguns dos principais alvos da atividade. A modalidade integra o corpo todo, porém, o principal foco do trabalho é o fortalecimento do abdômen. Mais firme essa região sustenta melhor a coluna (principalmente na região lombar) e também os órgãos vitais.
A educadora física e professora de pilates da academia Contours, Marina Soares Fressato, recomenda a prática como fator de prevenção e tratamento contra estresse. Além de terem atenção individual e supervisionada, os exercícios exigem concentração da mente e do corpo. Abaixo, ela tira dúvidas que você sempre quis esclarecer sobre pilates.

Indicação
Qualquer pessoa pode praticar?
Sim, o pilates pode ser praticado por qualquer pessoa. Seu idealizador, Joseph Hubertus Pilates, foi uma criança raquítica e asmática e passou a vida inteira pesquisando técnicas de desenvolvimento corporal. O principal cuidado é com as pessoas que têm problemas na coluna cervical, pois os exercícios sobrecarregam um pouco esta região. Porém, há maneiras de isolar esses movimentos realizando outros, tudo com autorização médica.
É indicado em que casos?
Dores nas costas, má postura e problemas nas articulações, pois beneficia o fortalecimento dos músculos posturais e estabilizadores.
Pilates pode ser uma forma de terapia antiestresse?
Com certeza. No pilates, a respiração é muito importante e faz parte da prática. Realizá-la corretamente, expandindo bem a caixa torácica e aproveitando ao máximo os alvéolos pulmonares, exige foco. Por outro lado, os movimentos também requerem concentração e consciência corporal porque, muitas vezes, são executados em superfícies móveis, flexíveis ou pendurados, que exigem equilíbrio de força e extensão.

Prática
Dá para fazer em casa?
Alguns exercícios podem ser realizados no solo, em um colchonete, e outros na bola de ginástica. Mas são os aparelhos específicos que transformam a aula em uma atividade lúdica, com diversas combinações e possibilidades. Os aparelhos auxiliam, e muito, na postura e prática de diversos movimentos, assim como criam maior ou menor dificuldade e resistência na execução.
Que tipos de cuidados são necessários?
Além da atenção constante à respiração e postura a cada movimento, você só precisa vestir uma roupa confortável, de preferência que não bloqueie nenhuma função dos aparelhos, e abandonar os sapatos.
Praticar pilates é como malhar, só que bem lentamente?
Não. Os movimentos praticados no pilates tendem a recrutar muito mais fibras musculares dos que as exigidas na malhação comum. Um mesmo exercício pode combinar a ação de mais de um grupo muscular, e a possibilidade de se fazer diversas variações num mesmo aparelho tende a proporcionar flexibilidade e elasticidade dificilmente atingidas sem ajuda destes acessórios.

Benefícios
Pilates emagrece?
Os exercícios do pilates exigem força e flexibilidade, mas não são como os aeróbicos que têm relação direta com perda de peso. Como se ganha musculatura, consequentemente, seu metabolismo acelera, o que causa gasto calórico.
Que benefícios o pilates pode trazer para o dia a dia?
O trabalho no pilates promove a consciência corporal (fortalecimento, alongamento e flexibilidade), o controle da respiração e o consequente foco em si mesmo, que proporciona equilíbrio corporal e mental. Daí, a obtenção substancial de baixa da ansiedade nas atividades diárias e no relacionamento interpessoal.
O pilates pode prevenir doenças?
Sim, a atividade pode ajudar a prevenir principalmente as doenças chamadas “modernas”: má postura, tendinite, encurtamento, dor de cabeça, falta de disposição e ansiedade.

 

Fonte: Minha Vida

Deixe uma resposta