Você já teve acne?

Quem já teve sabe todos os problemas estéticos e psicológicos envolvidos com essa doença. Como acontece nesses casos, as pessoas ficam com diversas dúvidas.

Para não passar produtos inadequados no rosto ou piorar a situação, nós preparamos um guia completo sobre a acne. Você verá desde as causas até os tratamentos das manchas.

Quer saber tudo a respeito? Então, veja agora. Boa leitura!

O que é acne?

A Acne é uma inflamação cutânea causada pelo aumento da secreção de sebo pelas glândulas sebáceas normalmente associada as alterações hormonais durante a adolescência.  Essa inflamação pode causar lesões na pele deixando marcas permanentes: as temíveis cicatrizes.

O nome é dado aos cravos e espinhas que surgem a partir de um processo infamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos.

Quando é mais frequente?

É muito frequente na adolescência, mesmo que também seja comum em adultos (principalmente em mulheres).

Como a acne influencia a vida das pessoas?

Além das lesões incomodarem, a aparência é uma parte muito importante na vida das pessoas, principalmente dos adolescentes.

Por isso, o comprometimento estético atinge o lado psicológico das pessoas, deixando-as timídas, inseguras, infelizes e deprimidas. Dessa forma, pode-se dizer que as consequências da acne podem continuar ao longa da vida das pessoas.

Quais são os principais tipos de acne?

Acne de recém-nascido (neonatal)

É comum em bebês que acabaram de nascer ter uma acne leve. Isso se dá pela quantidade de hormônios recebidos da mãe, a partir da placenta, além do estresse que o parto pode causar.

Normalmente, some de forma natural depois de alguns dias.

Acne grau 1

Nesse caso, é possível observar cravos e poros com aparência aberta.

Acne grau 2

Aqui, a pessoa apresenta também espinhas. A aparência é inflamada e avermelhada. Em alguns casos, há o aparecimento de pus.

Acne grau 3

A acne é assim classificada quando a pessoa já tem nódulos e cistos endurecidos embaixo da pele. Além de, é claro, cravos e espinhas.

Acne grau 4

Além dos sintomas já citados, os nódulos podem ter aparência de abcessos, fazendo com que as marcas e cicatrizes fiquem permanentes na pele da pessoa.

Por que as cicatrizes de acne são difíceis de se tratar?

Cicatrizes da acne são especialmente difíceis de tratar porque a destruição tecidual atinge regiões profundas desde a epiderme e derme chegando ao tecido subcutâneo.

Qual a diferença entre acne e rosácea?

A rosácea é uma doença vascular inflamatória crônica. Ela passa por períodos de remissões e exarcebações.

Muitas pessoas, erroneamente, a chamam de “acne rosácea”, entretanto, a denominação é incorreta, já que a acne é uma doença relativa à glândula sebácea.

O que pode desencadear a acne?

Embora ela tenha um grande fundo genético, outras atitudes podem ajudar em seu desenvolvimento, como:

  • cosméticos à base de óleo;
  • ansiedade e raiva grave (o que gera maior estimulação de hormônios estressantes e inflamatórios);
  • tensão pré-menstrual;
  • uso de cigarros.

Quais são os melhores tratamentos?

O ideal é que a acne seja tratada com a maior velocidade possível. A ideia de que a acne é apenas algo que acontece na adolescência é ultrapaassada. É considerada como uma doença.

Por isso, o tratamento vai além de questões estéticas. Ele visa preservar a saúde psíquica do paciente, além de evitar cicatrizes (conhecidas como marcas de acne) que têm difícil correção no futuro.

Não espremer

A primeira forma de tratar a pele com acne é não cuturar ou espremer as lesões. Caso isso seja feito, há chances de haver ainda mais inflamações e infecções, que levarão a cicatrizes no futuro.

Medicamentos

Há medicamentos disponíveis tanto por terapia tópica quanto via oral (ou ambos). A escolha dependerá de detalhes como a gravidade e a localização das lesões. Em casos mais leves, o tratamento costuma ser apenas local.

Casos leves

Algumas opções medicamentosas são:

  • ácido salicílico;
  • ácido azeláico;
  • antibióticos (como clindamicina e eritromicina, de preferência associados – no mesmo produto – aos retinoides ou peróxido de benzoíla);
  • peróxido de benzoíla;
  • retinoides (como tretinoína, adapaleno).

Casos moderados

Entretanto, em diversos casos, o quadro não evolui bem com os medicamentos acima. Dessa forma, há prescrição de tratametnos próprios, como:

  • ciclinas (tetraciclina, doxiciclina, minociclina, limeciclina);
  • macrolídios (eritromicina) ou sulfas (sulfametoxazol-trimetoprim.

Normalmente, esses medicamentos estão ligados ao tratamento local com ácido azeláico, peróxido de benzóila e retinóides.

Nos casos dos antibióticos, o tratamento não deve se extender por mais de 3 meses.

Casos avançados (ou de não evolução)

Se o caso da paciente for mais difícil ou não houver evolução no quadro moderado, a isotretinoína (muito conhecida no Brasil como Roacutan) deve ser receitada.

Entretanto, nesse caso, deve ser afastada a possibilidade de gravidez.

, pois pode causar danos graves ao feto. Os efeitos colaterais mais comuns são: ressecamento dos lábios, nariz, olhos, pele do corpo; aumento do colesterol, triglicerídeos e enzimas hepáticas. Portanto, são necessários exames de sangue antes e durante o tratamento. É obrigatório afastar gravidez com um teste, aguardar a menstruação para iniciar o tratamento e se assegurar sobre o uso de métodos anticoncepcionais, iniciado um mês antes, mantido durante todo o tratamento e por um período de um mês após a suspensão da droga. Não existem riscos para gestações no futuro.

Anticoncepcional ajuda no tratamento da acne?

O tratamento hormonal, com ajuda de anticoncepcionais, é eficiente em diversos casos para muitas mulheres. Principalmente se não houver contraindicações.

Entretanto, se não houver melhora no quadro ou se a saúde da mulher for impactada, outros medicamentos devem ser receitados.

Tratamento de manchas de acne

Veja, agora, algumas das melhores formas para tratar manchas e marcas de acne.

Terapia de indução de colágeno (dermaroller)

A terapia de indução de colágeno ou simplesmente TIC é uma técnica bem conhecida realizado com auxilio do Dermaroller, equipamento cilíndrico que contem inúmeras microagulhas, sua principal ação é desencadear uma cascata de fatores de crescimento que estimulam a cicatrização.  É indicada para diminuição de rugas, para aumento de penetração de substancias ativas na pele, entre outros tratamentos. A ação do Dermaroller provoca múltiplas perfurações na pele para induzir o crescimento do colágeno.

O microagulhamento tem demonstrado eficácia também no tratamento das cicatrizes causas pela acne porque induz uma cicatrização natural. A vantagem da TIC sobre outras técnicas de tratamento das cicatrizes da acne esta na manutenção da integridade da epiderme porque não é necessário remove-la nem danifica-la.

Outras vantagens do dermaroller sçao a simplicidade da técnica, o baixo custo, menos efeitos colaterais, e a possibilidade de se repetir o tratamento caso o resultado não seja satisfatório. Um dos principais equipamentos do mercado é o Dermapen.

Peeling

O peeling é um procedimento que tem como uma de suas aplicações clarear as manchas e cicatrizes da acne, ajudando a controlar a oleosidade da pele. Além disso, também é usado para trtar linhas de expressão e rugas.

Os resultados podem ir de superficial até o profundo. No caso superficial, ele atingirá apenas a epiderme, sendo indicado para tratar manchas de melasma e auxiliar na prevenção de cravos e espinhas.

Também é possível realizar peelings químicos, utilizando ácidos como o salicílico, glicólico e o retinóico. Eles ajudam a remover as camadas superficiais da pele. Assim, ela terá uma aparência melhor.

Com esse tipo de tratamento, é possível atenuar rugas, manchas e diminuir as cicatrizes da acne.

Peeling é indicado para pós tratamento de acne?

Sim. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o peeling é um tratamento ideal para quem realizou o tratamento da acne e ainda continuou com marcas ou manchas.

Radiofrequência

Os equipamentos de radiofrequencia usam alta potência e são indicados para tratar marcas e manchas de acne. A tecnologia promove aquecimento tanto nas áreas mais superficiais (chamadas de derme) como as mais profundos (conhecidas como hipoderme).

Dessa maneira, diversas reações são geradas, como nas estruturas e no metabolismo. Assim, as fibras de colágeno são contraídas. Além disso, acontece o aumento da circulação linfática e sanguínea, aumentando o oxigênio das células e a chegada de nutrientes.

Fototerapia

A fototerapia é outra opção para quem deseja tratar as marcas de acne. Isso é possível, já que a bactéria conhecida como propioniumbacterium acnes ser sensível à luz. Então, com a repetição das aplicações, ela acaba sendo destruída, diminuindo também o processo de inflamação e infeccção.

Como prevenir a acne?

  1. Faça sempre uma higiene adequada da pele, usando produto de limpeza próprio para pele oleosa ou com acne.
  2. Não limpe excessivamente, já que isso pode causar irritação e piorar as lesões existentes.
  3. Evite cosméticos que aumentem oleosidade da pele.
  4. Embora a exposição ao sol possa melhorar a aparência, ela é apenas temporária. Por isso, use protetor solar e todas as demais proteções adequadas.

Como a alimentação pode melhorar a acne?

Vale lembra que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, não há influência da alimentação, pois o problema está muito ligado a fatores genéticos.

Dessa forma, não há necessidade de evitar certos tipos de alimentação ou restrições alimentares para tratar ou prevenir sua acne. Entretanto, diversas mudanças podem ser feitas na sua dieta para gerar maior qualidade de vida.

Qual o melhor protocolo para vencer a acne?

Como você viu, é possível tratar a acne e tirar as manchas ou cicatrizes residuais, então, é hora de comprar os melhores produtos do mercado para tratar a pele.

Para ajudar nisso, use o cupom 30BLOG e tenha 30 reais de desconto para usar nas suas compras na Shopfisio. Esperamos você por lá!

Comentários