A acupuntura é uma tendência mundial que vem emergindo por conta da preocupação com a sustentabilidade do meio ambiente e, por conta disso, a valorização dos tratamentos orgânicos e naturais só aumenta.

O objetivo deste tipo de procedimento é realizar o tratamento de disfunções físicas e estéticas através da técnica milenar que, comumente, é utilizada para os mais variados fins.

Neste texto, você entenderá em detalhes tudo que se passa pelo mundo da acupuntura e saber todas as aplicações possíveis.

Quer embarcar nessa? Então, venha com a gente!

O que é acupuntura?

A Acupuntura é uma técnica terapêutica milenar, que utiliza agulhas, moxas, sementes e outros instrumentos para liberar substâncias químicas no organismo causando efeitos analgésicos e/ou antiinflamatórios e assim, aliviar dor e outros sintomas decorrentes de determinadas doenças.

Através da Acupuntura trata-se diversas doenças dos sistemas musculoesquelético, respiratório, neurológico e digestivo, além de auxiliar no tratamento da obesidade, da depressão e na diminuição do estresse, e ainda pode ajudar em algumas afecções dermatológicas.

Quais são os tipos de acupuntura?

Os orientais acreditam que as doenças sejam desencadeadas por um desequilíbrio energético e a acupuntura atuaria em pontos certos do corpo para desbloquear o fluxo de energia e manter o organismo funcionando em harmonia, diferentemente do que nós ocidentais acreditamos, sempre procurando um vírus, uma bactéria ou a proliferação de células doentes como principais causadores de doenças.

Atualmente a acupuntura é muito utilizada para:

  • reduzir a pressão arterial;
  • equilibrar os níveis de glicemia no sangue;
  • afastar as crises de asma;
  • controlar sintomas de esquizofrenia;
  • dar uma forcinha para a memória e até conter a ejaculação precoce.

Vem obtendo também bons resultados em ortopedia, gastroenterologia, pneumologia e dermatologia. Nesta última área, aliás, doenças como psoríase e herpes vêm sendo tratadas com eficácia.

Acupuntura funciona?

Se ainda havia algum ocidental desconfiado que, a exemplo de São Tomé, precisava ver para crer o resultado de uma porção de agulhas finíssimas sobre o corpo, ele provavelmente deixará suas suspeitas de lado ao saber que andam desvendando neurocientistas ao redor do globo.

Na Inglaterra, uma equipe da Universidade de York acaba de exibir, por meio de imagens de ressonância magnética, que uma espetada em um ponto da mão reduz a atividade de áreas do cérebro que regem a percepção da dor.

Enquanto isso, nos Estados Unidos, um experimento com camundongos da Universidade de Rochester endossa o efeito analgésico da técnica oriental ao provar que ela estimula a liberação de uma molécula, a adenosina, responsável por aliviar o desconforto.

São provas, vistas a olho nu ou sob a lente do microscópio, que permitem à ciência deste canto do mundo reconhecer o que os sábios chineses já apregoavam sobre o método que ganha milhões de pacientes no Brasil e no resto do Ocidente.

“A acupuntura trabalha com estímulos em determinadas regiões do corpo que exercem um reflexo sobre outras”, explica a médica acupunturista Angela Tabosa, chefe do Laboratório de Pesquisa Experimental em Acupuntura da Universidade Federal de São Paulo.

“Essas respostas são, por sua vez, intermediadas pelo sistema nervoso”, completa. É que as agulhas inseridas disparam impulsos que viajam pela rede nervosa até provocarem reações no cérebro. Esse mecanismo é imediato e, por interferir na massa cinzenta, surte efeitos mais duradouros.

Ação sobre a musculatura

“A técnica tem uma ação sobre a musculatura, ajudando-a a relaxar, e incita, na medula, a produção de substâncias que inibem a passagem dos impulsos dolorosos”, conta Dirceu de Lavôr Sales, presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura.

Liberação de neurotransmissores

“No cérebro, ela induz a liberação de neurotransmissores com função analgésica e outros por trás da sensação de bem-estar.” Dessa forma, alfinetam as dores, espetam, ou melhor, espantam o estresse e ganham papel de protagonista ou ator coadjuvante no desarme de uma lista de problemas.

Modulação da dopamina

 “Ao modular a ação da dopamina, um neurotransmissor ligado ao prazer, o método ajuda a suprir a necessidade da droga”, explica Angela Tabosa. Nesse sentido, até a obesidade entra na dança. “As agulhas auxiliam a reduzir a compulsão por comida”, afirma a pediatra e acupunturista Márcia Yamamura, coordenadora do Centro de Estudo e Pesquisa da Medicina Chinesa, em São Paulo.

Quais são os benefícios da acupuntura?

Aplicações com o aval da medicina ocidental:

  • Alergia
  • Asma
  • Dor de cabeça
  • Dor nas costas
  • Doenças das articulações
  • Hipertensão
  • Fibromialgia
  • Dores musculares
  • Gastrite e refluxo
  • Síndrome do intestino irritável
  • Constipação
  • Tensão pré-menstrual e menopausa
  • Depressão e ansiedade
  • Gravidez
  • Sequelas de derrame
  • Doenças da pele
  • Obesidade
  • Endometriose
  • Insônia
  • Distúrbios hormonais
  • Efeitos colaterais da quimioterapia

Quem utiliza a acupuntura?

Além dos tratamentos tradicionais, podemos ver a acupuntura sendo aplicada em outras áreas, confira!

Dentista

A acupuntura pode ser requisitada antes ou depois do tratamento dentário, diminuindo o nervosismo ou possíveis dores mais tarde. É coadjuvante no controle de problemas de oclusão.

Esporte

As agulhas são convocadas para minorar dores musculares, ajudar na recuperação das lesões e aperfeiçoar o desempenho do atleta.

Anestesia

Como tem um efeito sobre a medula, à acupuntura corta, temporariamente, a transmissão dos estímulos dolorosos. Por enquanto, é mais empregada em procedimentos de pequeno porte.

Acupuntura dói?

Para quem quer fazer este tratamento, mas tem medo das agulhas, não precisa mais se preocupar, atualmente existem aparelhos a laser que simulam o mecanismo das agulhas. Os pontos também podem ser estimulados por eletricidade (eletroacupuntura), magneto (metal colocado sobre os pontos), acupressura (pressão digital nos pontos) e até notas musicais (método chamado de acutone em que o especialista utiliza um diapasão – um miniafinador musical – para emitir as notas nos pontos).

Quais são os tipos de acupuntura?

A Acupuntura pode ser Sistêmica, feita no corpo, ou  Auricular, também conhecida por Auriculoterapia, que é o pressionamento em pontos específicos da orelha. Para os acupunturistas, no pavilhão auditivo existe uma representação completa do corpo humano.

Nelas se localizam mais de 100 pontos reflexos relacionados ao bom funcionamento dos nossos órgãos e sistemas através de uma rede de energia que fica logo abaixo da pele, percorrendo todo o organismo.

Os principais tipos de acupuntura são:

  • Acupuntura a laser
  • Eletroacupuntura
  • Acupressura
  • Acutone

Acupuntura Estética

Flacidez

Estimulando a renovação de colágeno com o tratamento de acupuntura, é excelente para o tratamento de flacidez, afinal, o sangue é estimulado e a melhora da circulação sanguínea acontece, a fim de melhor a flacidez de pele.

Emagrecimento

O tratamento da acupuntura é famoso por tratar a ansiedade e potencializar o tratamento do intestino e o sistema digestório do paciente, isso traz resultados positivos para o emagrecimento do paciente tratado.

Rejuvenescimento

A acupuntura trata a redução de rugas e o aumento de firmeza da pele com pontos específicos localizados no rosto. Este efeito é muito duradouro e vem aliado ao equilíbrio dos sistemas energéticos que são responsáveis por garantir a vitalidade da pele. Normalmente, agulhas menores são utilizadas no rosto para estimular a produção de colágeno, a circulação sanguínea, além de oxigenar e nutrir a pele.

Celulite

A acupuntura trata a celulite estimulando a circulação sanguínea. Neste tipo de tratamento são utilizadas as centralidades nos pontos que mais precisam do estímulo, melhorando visivelmente uma das disfunções estéticas que mais incomodam as mulheres.

Acne

Para tratar a acne, o procedimento da acupuntura deve ter enfoque nos pulmões e intestinos, estes são responsáveis pela eliminação de toxinas. Dessa forma, as agulhas trabalham nestes órgãos, estimulando o funcionamento correto destas regiões do organismo.

Acupuntura auricular

Nesta técnica as agulhas utilizadas são finíssimas, e  são espetadas nos pontos na orelha referentes a queixa do cliente, mantendo-as por 20 a 30 minutos para estimular a região desejada. São utilizadas também de pequenas agulhas, sementes de mostarda, pontos sistêmicos banhados a ouro ou feitos de cristal, que ficam na orelha por até uma semana.spaço

Quais são as indicações?

Para os chineses tradicionais existem cerca de 300 doenças tratáveis por acupuntura, entre elas estão:

  • Sinusite.
  • Rinite.
  • Resfriado.
  • Faringite.
  • Amigdalite aguda.
  • Enfisema.
  • Bronquite crônica.
  • Asma brônquica.

Muitas outras doenças ainda podem ser tratadas com a Acupuntura Auricular, e muitos são os benefícios do uso da técnica, como resultados rápidos, pois o paciente pode sair de uma consulta sem dor ou com ela diminuída, ausência de efeitos colaterais se comparado a medicamentos, a redução do uso de medicamentos tanto para casos agudos quanto para os de uso contínuo, e também não se pode esquecer que é um tratamento completamente seguro.espaço

Eletroacupuntura

A Eletroacupuntura, também conhecida como EA, é uma técnica que vem se tornando cada vez mais popular. É realizada com o objetivo de potencializar os efeitos da acupuntura para uma série de patologias. Nesta modalidade, a passagem de uma corrente elétrica de pulsos através dos tecidos corporais por meio das agulhas de acupuntura fortalece e potencializa os resultados dos procedimentos terapêuticos ou de analgesia.

Qual a diferença entre acupuntura e eletroacupuntura?

Muito parecidos com os pontos da acupuntura clássica, os pontos da eletroacupuntura produzem um efeito analgésico mais duradouro do que o próprio efeito da acupuntura clássica. O alívio da dor pós-terapia com a eletroacupuntura pode reduzir espasmos musculares, permitir movimentos ativos e a melhoria da circulação periférica local, estimulando até mesmo o processo de cura do local tratado. Aqueles pacientes que não responderam ao tratamento com a acupuntura clássica, podem levar em consideração um tratamento com a eletroacupuntura, onde, provavelmente, terão uma resposta eficiente.

As agulhas de acupuntura, por si só, atuam estimulando as fibras nervosas, conhecidas como “A delta do músculo”. Ou seja, elas estimulam os mecanorreceptores musculares e têm um efeito mais eficaz se estimuladas eletricamente. Dessa forma, a corrente produz microcontrações musculares locais que estimulam a liberação de peptídeos opioides, estes que possuem uma ação analgésica importantíssima para tratamentos de dores musculares, posturais e afins.

Eletroacupuntura dói?

A sensação mais comum entre pacientes que recebem a aplicação da técnica é a de um leve formigamento na pele. Caso o paciente sinta dor, é interessante fazer um teste reduzindo a intensidade da corrente e, caso a dor seja recorrente, deve-se analisar com mais cautela a prática do procedimento no paciente.

A quem a eletroacupuntura é indicada?

O tratamento de eletroacupuntura pode ser feito em diversos casos de patologias e disfunções crônicas como:

  • Eletroestimulação em acupuntura geral
  • Redução de espasmo muscular
  • Estimulação do processo de cicatrização
  • Estimulação da liberação de peptídeos opioides que possuem uma importantíssima ação analgésica

Como funciona os eletroestimuladores NKL?

A NKL é uma parceira Shopfisio que está no mercado desde 2002 e, hoje, é uma das maiores referências nacionais em eletroestimulação para eletroacupuntura médica e veterinária, os aparelhos dispõem de altíssima tecnologia e qualidade na realização dos procedimentos. Com produtos com muita praticidade de aplicação e fidelidade de resultados, os eletroestimuladores NKL contam com uma linha completa que possui desde eletroestimuladores mais simples, até aparelhos mais complexos com mais de um tipo de corrente para diversos tratamentos, inclusive, veterinários.

Acupuntura é útil na quimioterapia?

Além do apoio familiar, também é recomendado que a paciente procure tratamentos que priorizem o bem estar e ajudem a aliviar os sintomas das medicações, que são muito fortes e trazem desconforto, dentre os tratamentos indicados, a acupuntura tem sido bastante procurada, pois além dos inúmeros benefícios não possui efeitos colaterais.

A acupuntura ajuda a aliviar dores, náuseas, transpiração excessiva, queda de imunidade, depressão, tristeza, além dos efeitos colaterais da quimioterapia. Com este método também é possível diminuir o tempo de recuperação da falta de mobilidade nos membros superiores e do linfedema (inchaço nos braços e pescoço causados por má circulação).

A utilização da acupuntura também melhora o bem estar, dá mais energia e disposição para a paciente, ajudando-a em sua recuperação.

Acupuntura pode ajudar a emagrecer?

Para que tenha efeito no emagrecimento, a versão estética da acupuntura usa as agulhas conectadas a um aparelho elétrico. Com isso, queima gordura e tonifica a musculatura e a pele.

Cada pessoa apresenta um resultado. Se o paciente quiser perder até 3 quilos, a acupuntura sozinha pode fazer efeito. Agora, se o desejo for além disso, é necessário completar o tratamento com dieta e exercícios.

Quando é possível notar resultados?

Os melhores resultados surgem depois de dez sessões, mas já dá para notar a diferença logo na primeira.

Acupuntura ajuda no tratamento e na prevenção de lesões?

Consagrada no tratamento de dores e contusões, a terapia chinesa agora se destaca como aliada na prevenção de problemas ligados aos esportes.
Atletas profissionais do nível de Neymar já lançam mão delas há algum tempo para aliviar processos dolorosos e se recuperar rapidamente de desgastes musculares.

Acontece que, aqui no Brasil, a terapia chinesa estava quase totalmente restrita ao tratamento de lombalgias, tendinites e outros chabus decorrentes do excesso de exercício físico. Mas o conceito de que ela pode impedir o surgimento desse tipo de problema começa a ganhar força em território nacional.

Foco na prevenção

“A filosofia da acupuntura sempre foi focada na prevenção”, informa o médico do esporte e especialista nessa técnica milenar Daniel Gentil, da Universidade Federal de São Paulo.

Isso porque as agulhas agem nas causas funcionais, ou seja, nas inflamações, edemas, encurtamentos musculares e pequenos derrames nos músculos que, se não controlados, originam a lesão ou ao menos agravam outra já existente. “

Aliás, grande parte dos quadros surge de antigos problemas mal reabilitados”, adverte Liaw Chao, eletroacupunturista com foco em esportes do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA).

Vale ressaltar que o método deve ser adaptado para cada prática. É que o acupunturista precisa identificar as áreas mais sujeitas a contusões com base na atividade física escolhida pelo paciente. A par dessas informações, ele aplica as agulhas em pontos específicos.

“Cada esporte gera uma sobrecarga única em determinadas regiões”, reforça Joel Steinmen, médico do esporte e acupunturista de Florianópolis, em Santa Catarina. “A acupuntura trabalha na estimulação dessas áreas a fim de encontrar e manter o equilíbrio para que as lesões não apareçam”, completa.

Depois de entender o funcionamento da acupuntura, é hora de ir às compras. Para ajudar nisso, você ganhou um cupom super-exclusivo. Espero você na sessão de acupuntura!

cupom de 30 reais para compras no site a partir de 250.

Comentários