Aromaterapia: o que é, como fazer, o que a ciência diz

O que você sabe sobre aromaterapia?

Ela serve para que o equilíbrio e a harmônia do organismo seja recuperada a partir de propriedades medicinais de óleos essenciais.

Com isso, é possível ter melhor saúde física e mental, melhorando o bem-estar geral.

Quer saber como isso é possível? Então, veja agora o guia que preparamos para você!

O que é aromaterapia?

A aromaterapia é um tratamento holístico de cura que utiliza extratos naturais de plantas para promover saúde e bem-estar.

Às vezes é conhecida como terapia com óleo essencial. A aromaterapia usa óleos essenciais aromáticos para melhorar a saúde do corpo, da mente e do espírito. Assim, ela melhora a saúde física e emocional.

A aromaterapia é considerada tanto uma arte quanto uma ciência. Recentemente, a aromaterapia ganhou mais reconhecimento nos campos da ciência e da medicina.

Há quanto tempo existe aromaterapia?

A aromaterapia já é utilizada há milhares de anos.

Culturas antigas como China, Índia, Egito e outros lugares incorporaram componentes de plantas aromáticas em resinas, bálsamos e óleos. As substâncias eram usadas tanto como remédio quanto em rituais religiosos. Eles eram conhecidos por terem benefícios físicos e psicológicos.

A destilação de óleos essenciais é atribuída aos persas ainda no século 10, embora seja possível que isso tenha acontecido muito tempo antes.

As primeiras informações sobre a destilação de óleo essencial foram publicadas no século 16 na Alemanha.

Já no século XIX, os médicos franceses reconheceram que há muito potencial nos óleos essenciais para que as doenças sejam tratadas.

O termo aromaterapia foi estabelecido pelo perfumista e químico francês René-Maurice Gattefossé em um livro que ele escreveu sobre o assunto, publicado em 1937.

Ele já havia descoberto o potencial curativo da lavanda no tratamento de queimaduras. O livro discute o uso de óleos essenciais no tratamento de condições médicas.

Quais são os tipos de aromaterapia?

Aromaterapia cosmética

Esta terapia utiliza certos óleos essenciais para produtos cosméticos para a pele, corpo, rosto e cabelo. Esses produtos são utilizados por seus diversos efeitos como limpeza, hidratação, secagem e tonificação.

Por exemplo, uma pele saudável pode ser obtida pelo uso de óleos essenciais em produtos faciais. Da mesma forma, algumas gotas de óleo apropriado proporcionam uma experiência rejuvenescedora e revitalizante.

Massagem com aromaterapia

O uso de óleo de semente de uva ou amêndoa em óleo vegetal puro durante a massagem tem demonstrado efeitos maravilhosos.

Aromaterapia médica

O fundador da aromaterapia moderna, Rene-Maurice Gattefosse, usou óleos essenciais para massagear pacientes durante a cirurgia, utilizando assim o conhecimento da aromaterapia médica sobre o efeito dos óleos essenciais na promoção e no tratamento de doenças clinicamente diagnosticadas.

Aromaterapia do olfato

A inalação de óleos essenciais deu origem à aromaterapia olfativa, onde a simples inalação resultou em maior bem-estar emocional, calma, relaxamento ou rejuvenescimento do corpo humano. 

Psico-aromaterapia

Na psico-aromaterapia, certos estados de ânimo e emoções podem ser obtidos por estes óleos proporcionando o prazer do relaxamento, revigoramento ou uma memória agradável. A  inalação dos óleos nesta terapia é direta através da infusão no quarto da pessoa.

Como funciona o tratamento com aromaterapia?

A aromaterapia atua através do olfato e absorção pela pele, usando produtos como estes:

  • Difusores
  • Inaladores
  • Sais de banho
  • Óleos corporais, cremes ou loções para massagem ou aplicação tópica
  • vaporizadores faciais
  • compressas quentes e frias
  • Máscaras de argila

É possível usar esses produtos sozinhos ou combinados.

Existem quase cem tipos de óleos essenciais disponíveis. Geralmente, as pessoas usam os óleos mais populares .

Os óleos essenciais estão disponíveis online, em lojas de produtos naturais e em alguns supermercados regulares.

É importante comprar de um produtor de boa reputação, pois os óleos não são regulamentados pela ANVISA. Isso garante que você esteja comprando um produto de qualidade 100% natural.

Cada óleo essencial tem uma série de propriedades, usos e efeitos curativos exclusivos. Combinar óleos essenciais pode gerar ainda mais benefícios, desde que os efeitos sejam conhecidos.

Quais são os benefícios da aromaterapia?

A aromaterapia tem uma série de benefícios. Funciona para:

  • Aumentar a imunidade do organismo
  • Aliviar os efeitos colaterais presentes na quimioterapia
  • Aliviar desconfortos relacionados ao parto
  • Controlar e reduzir a dor
  • Combater bactérias, vírus ou fungos
  • Diminuir as dores nas articulações
  • Melhorar a qualidade do sono
  • Melhorar a digestão
  • Reduza o estresse e a ansiedade
  • Tratar dores de cabeça e enxaquecas

Em quais áreas não há comprovação científica?

A evidência científica para a aromaterapia é considerada limitada em algumas áreas. Faltam pesquisas para aprovar o uso da aromaterapia no tratamento da doença de Alzheimer, doença de Parkinson e doenças cardíacas, por exemplo.

Em outros casos, os estudos podem ser controversos ou faltar revisão em pares, o que aumentaria a credibilidade das informações.

Quais são os tratamentos possíveis com aromaterapia?

A aromaterapia tem potencial para tratar muitas doenças, incluindo:

  • Asma
  • Alopecia
  • Artrite
  • Câncer
  • Depressão
  • Disfunção erétil
  • Fadiga
  • Insônia
  • Inflamação
  • Neuropatia periférica
  • Menopausa e problemas menstruais

O que a ciência diz sobre a aromaterapia?

A Fiocruz, importante instituição de saúde brasileira, produziu conteúdos sobre cuidado integral na Covid-19. Nesse sentido, elencou a Aromateria como parte importante. Lançou o e-book “Aromaterapia: O poder das plantas e dos óleos”.

Além disso, de acordo com o Asian Pacific Journal of Tropical Biomedicine:

Se bem estudados, esses óleos podem ter efeito sinérgico com os medicamentos usados ​​no tratamento de distúrbios do sistema nervoso central.

Se o problema é depressão, de acordo com o National Institutes of Health:

A aromaterapia demonstrou potencial para ser utilizada como opção terapêutica eficaz para o alívio dos sintomas depressivos em uma ampla variedade de sujeitos.

Para quem tem problemas com acne, o The Journal of Alternative and Complementary Medicine informou que encontrou:

alta qualidade da eficácia dos óleos essenciais e da aromaterapia no tratamento da acne.

O National Center for Biotechnology Information concluiu que “há atividade anti-microbiana” em tratamentos de pele, recomendando que ainda mais estudos sejam realizados.

Por fim, os óleos essenciais também foram aprovados como  antienvelhecimento. Em outro estudo, conclui-se que:

há um lugar para os princípios à base de ervas em cosméticos anti-envelhecimento, [já que] algumas plantas que podem afetar a elasticidade e a rigidez da pele.

Quais são os óleos de aromaterapia mais populares?

De acordo com a National Association for Holistic Aromatherapy , os óleos essenciais mais populares são:

Salvia Sclarea

O óleo essencial da Salvia Sclarea é indicado para pessoas que tenham:

  • Ansiedade;
  • Artrite
  • Asma
  • Depressão e ansiedade
  • Problemas digestivos
  • Dificuldades com a memória;
  • Menstruação escassa ou ausente
  • Pressão alta
  • TPM
  • Trabalho de parto

Cipreste

O cipreste é usado para o tratamento contra:

  • problemas circulatórios;
  • peso e derrame nas pernas;
  • hemorróidas;
  • úlceras;
  • varizes.

Eucalipto

Quem utiliza o óleo essencial de eucalipto busca ação:

  • Antisséptica (diminuindo problemas como nefrite e cistite)
  • Antiviral (contra vírus como influenza, herpes simples e zoster)
  • Antibactericida (para bactérias como (Staphylococcus, Bacillus subtilis e Micrococcus glutatmious)
  • Antifúngico (para fungos como a cândida)
  • Antiinflamatória para o sistema respiratório (trabalha na redução da febre)
  • Descongestionante
  • Diurética
  • Expectorante (ideal para gripes e resfriados, tosse, bronquite, sinusite Infecções da laringe e faringe, pneumonia etc.)
  • Repelente (tanto para mosquitos e moscas quanto para pulgas)

Ver óleos essenciais na Shopfisio

Funcho

Os maiores benefícios do funcho são:

  • Diminuição do apetite (para ajudar a emagrecer)
  • Alívio para cólicas (intestinais e menstruais)
  • Combate às dores estomacais
  • Diminuição de problemas digestivos
  • Ação para soltar gases
  • Auxilia a soltar o catarro, ajudando em casos de bronquite
  • Alívio aos vômitos
  • Combate à laringite e dores de garganta em geral
  • Desintoxicação do baço e fígado
  • Combate a infecções urinárias
  • Alívio à diarréia
  • Auxilio na luta contra vermes

Gerânio

O gerânio é conhecido por suas ações contra:

  • Acne
  • Edemas nas pernas
  • Feridas nasais
  • Infecções bacterianas
  • Neuroinflamações
  • Menopausa
  • Estresse
  • Dores causadas pelo herpes

Gengibre

O gengibre é tido como um remédio natural para:

  • cólica;
  • diarréia;
  • indigestão;
  • problemas estomacais;
  • náusea;
  • infecções por cândida;
  • inflamações (como fibromialgia, artrite e síndrome do intestino irritável);
  • sintomas de resfriado.

Helichrysum

O óleo essencial de Helichrysum é muito utilizado na pele, servindo para reduzir linhas de expressão e as rugas.

Lavanda

O óleo essencial de lavanda é ideal para:

  • peles oleosas, dermatite e inflamadas de acne
  • dores de cabeça
  • insônia, depressão e estresse
  • picadas de insetos
  • queimaduras e assaduras
  • cólicas menstruais e TPM
  • TPM e cólicas menstruais
  • Cabelos opacos e fragilizados

Capim-limão

As propriedades mais conhecidas do capim-limão são as antiinflamatórias e relaxantes.

Mandarina

A mandarina é ideal se você precisa:

  • Relaxar e diminuir o estresse e as tensões
  • Resolver problemas de constipação
  • Relaxante muscular
  • Estimulante
  • Tonificadores, adstringentes

Mais óleos essenciais na Shopfisio

Neroli

Se você deseja tratamentos estéticos, verá no Neroli uma ótima opção. É ideal para:

  • Tratamentos de pele (de todos os tipos)
  • Regeneração da pele e melhorar a elasticidade
  • Diminuição em estrias, rugas e linhas de expressão

Patchouli

O patchouli é uma boa opção para:

  • Depressão
  • Inflamação
  • Prevenção de infecções
  • Efeitos afrodisíaco
  • Efeito adstringente
  • Cicatrização
  • Circulação sanguínea
  • Mau cheiro

Camomila romana

A camomila é conhecida como:

  • Calmante
  • Sedativo
  • Anti-inflamatório
  • Analgésico
  • Antianêmico carminativo
  • Vermifugo

Ajuda em problemas como:

  • Conjuntivites
  • Dores reumáticas
  • Insônia

Alecrim

A alecrim é usado para:

  • Doenças respiratórias
  • Doenças respiratórias
  • Má circulação sanguínea
  • Reumatismo;
  • depressão
  • Cansaço
  • Gases intestinais

Todos os óleos essenciais na Shopfisio

Como os óleos podem ser usados?

Você pode usar óleos essenciais de várias maneiras. Por exemplo, você consegue adicioná-los a loções corporais e aplicá-los, com conhecimento, nos locais desejados.

É possível ampliar os resultados com:

  • Tônicos faciais
  • Shampoo e condicionadores
  • Pasta de dentes e enxaguantes bucais
  • Sabão para banho

Inalação

A inalação representa uma das maneiras mais interessantes e completas de contar com todos os benefícios da aromaterapia. Dessa maneira, as moléculas chegam de forma mais fácil no sistema límbico.

Para obter os resultados desejados, recomenda-se começar fazendo inalações curtas e aumentando a intensidade com o tempo, de acordo com o esquema abaixo.

  • Inalações curtas: 3 a 7 respirações seguidas, por diversas vezes em um mesmo dia;
  • Inalações médias: 10 a 15 respirações, também por diversas vezes em um mesmo dia;
  • Inalações longas: 10 a 15 minutos de respiração, indicado apenas entre 2 a 3 vezes ao dia.

Para conseguir fazer as inalações de maneira correta, respire o óleo diretamente do frasco obtido, inspirando e segurando o ar antes de fazer a expiração.

Evaporização

Com a evaporização, algumas gotas são aplicadas em compressas ou panos limpos. Dessa forma, enquanto o óleo evapora, libera seus conhecidos aromas.

Dessa forma, fica fácil controlar a quantidade que estará presente, pois quanto mais próximo do pano, mais forte será o cheiro. Além disso, é possível usar até mesmo no trabalho com facilidade.

Aromatizador

Se você tem um aromatizador, basta inserir 2 ou 3 gotas no aparelho. Com a fumaça que será liberada, o aroma também estará junto.

Vaporização

Se você tem problemas respiratórios, essa pode ser uma boa ideia, já que além de liberar o aroma, você também terá contato direto com o vapor de água, ideal para hidratar suas vias respiratórias.

Para obter os benefícios, coloque as gotas em água fervendo. Então, depois, respire a fumaça. Lembre-se de usar uma toalha para concentrar o vapor ou então algum recipiente.

Não faça o procedimento em menores de 7 anos sem autorização do médico de confiança.

Como escolher um aromaterapeuta?

Você pode querer se encontrar com um aromaterapeuta certificado, especialmente quando estiver começando com a aromaterapia ou se tiver problemas específicos que gostaria de resolver.

Você pode encontrar um aromaterapeuta a partir de páginas na Internet ou nas redes sociais .

Durante uma consulta com um aromaterapeuta , você responderá a perguntas e falará sobre seu estilo de vida e saúde. Assim, ficará mais fácil entender quais são seus problemas, propor tratamentos e mudanças no seu estilo de vida.

Juntos, vocês podem criar um plano de tratamento individual para atingir seus objetivos e controlar seus sintomas.

Qual a interação entre a aromaterapia e a medicina tradicional?

Como a aromaterapia é uma terapia complementar, você deve conversar com seu médico tradicional antes de iniciar suas sessões. D

essa forma, sua terapia com óleo essencial pode ser adaptada para funcionar em conjunto com qualquer tratamento ou cuidado médico que você já está recebendo.

Isso significa que você nunca deve interromper um tratamento ou medicação para iniciar um procedimento com aromaterapia.

Há muita informação disponível online e em livros, se você quiser se cuidar em casa. Existem também cursos que você pode fazer para ampliar seus conhecimentos sobre aromaterapia.

Quais são os cuidados a tomar com a aromaterapia?

A maioria dos óleos essenciais é segura para uso. Mas existem alguns cuidados que você deve tomar ao usá-los, bem como os efeitos colaterais dos quais você deve estar ciente, especialmente se você tomar medicamentos prescritos.

Não aplique os óleos diretamente

Não aplique óleos essenciais diretamente na pele. Sempre use um óleo veicular para diluir os óleos.

Faça testes antes de usar

Lembre-se de fazer um teste de remendo antes de usar óleos essenciais.

Evite exposição ao sol

Como os óleos essenciais de frutas cítricas podem tornar sua pele mais sensível ao sol, eles devem ser evitados se você for exposto ao sol.

Tenham cautela com crianças e mulheres grávidas

Crianças e mulheres grávidas ou amamentando devem usar óleos essenciais com cautela e sob a supervisão de um médico. Você deve evitar alguns óleos e nunca engolir óleos essenciais.

Use óleos essenciais com cuidado se você tiver:

  • Rinite alérgica
  • Asma
  • Epilepsia
  • Pressão alta
  • Eczema
  • Psoríase

Há efeitos colaterais na aromaterapia?

Os efeitos colaterais do uso de óleos essenciais incluem:

  • Ataques de asma
  • Alergias
  • Dores de cabeça
  • Erupções cutâneas e irritações na pele
  • Náusea

Conclusão

Embora a aromaterapia seja eficiente para diversos problemas, você precisa estar atento a como cada substância afetará seu organismo e dia a dia.

Por isso, é fundamental conversar e ter acompanhamento médico antes e durante de qualquer tratamento com aromaterapia. Mais uma vez, esse tipo de tratamento não deve ser tido como cura ou substituição aos procedimentos tradicionais.

Agora que você sabe como a aromaterapia é importante, é hora de comprar seus óleos essenciais. Sempre com a ajuda de profissionais qualificados, não é mesmo?

E para ajudar, você acabou de ganhar um presente por ter chegado até o fim deste artigo, USE 30BLOG na Shop.