Blefaroplastia: o que é, como funciona, quais são as indicações para a cirurgia nas pálpebras

A blefaroplastia é um tratamento cirúrgico indicado após avaliação médica para eliminar flacidez palpebral.

Sabemos que pálpebras caídas ou flácidas são além de um incômodo estético, são também um problema de saúde que afeta significativamente a função ocular e o campo visual.

O que é blefaroplastia?

A blefaroplastia é um procedimento cirúrgico para levantar e melhorar a estética das pálpebras inferiores e superiores.

Com essa cirurgia plástica é possível tratar problemas de pele, como:

  • Flacidez
  • Rugas
  • Bolsas de gordura
  • Linhas de expressão

Quais são as vantagens?

Uma das principais vantagens desse procedimento é amenizar definitivamente as pálpebras caída. A blefaroplastia também elimina bolsas de gordura irreversíveis aos procedimentos estéticos avançados.

Muitas vezes essa correção cirúrgica pode ser feita com outras técnicas a fim de minimizar a flacidez facial no geral.

Porém existem tratamentos estéticos como o moderno ultrassom microfocado, um dos melhores procedimentos para pálpebras caídas, esse ultrassom pode ser usado antes da cirúrgica. Por isso, antes de buscar a cirurgia plástica passe por um médico dermatologista, dessa forma ele avaliará se seu caso é ou não cirúrgico.

. Também podemos utilizar tratamentos não invasivos para flacidez, como:

Quais são as indicações?

A indicação da blefaroplastia é para pacientes com mais de 30 anos e que tenham flacidez palpebral, bolsas de gordura inferior a pálpebra e queda da pálpebra superior, também conhecida como ptose.

A ptose é o termo médico para designar a queda da pálpebra superior, na maioria dos casos o paciente precisa fazer a blefaroplastia.  

ptose imagem dos olhos

Outras indicações:

  • Remover xantelasma
  • Pseudoptose
  • Rugas na pálpebra inferior
  • Crianças com ptose

Quais são as contraindicações?

  • Hipertensão
  • Diabetes
  • Insuficiência cardíaca
  • Problemas de visão: hipermetropia e miopia

Como se preparar para o procedimento?

Pacientes fumantes precisam parar 2 meses antes da cirurgia, pois o tabaco atrapalha o processo de cicatrização. Fora isso, o médico passará recomendações e exames preparatórios para cirurgia plástica.

blefaroplastia cirurgião plástico

Quais são os cuidados no pós-operatório?

No pós-operatório de blefaroplastia é preciso ter cuidado redobrado com área dos olhos e embaixo dos cílios. A cicatriz da blefaroplastia é discreta, mas pessoas com tendência a queloides podem ter problemas sérios com a cicatrização.

Se houver dores locais o médico receitará analgésicos e antibióticos. Todas as medicações são via oral, já o uso dos colírios são obrigatórios para lubrificar os olhos e não deixa-los secos. O ressecamento ocular pode ser uma complicação da blefaroplastia, por isso é importante o uso correto do colírio.

A higiene com sabonete e água são normais, no entanto cuidado com o curativo e a cicatrização da sua cirurgia, essa é uma área sensível e não pode ser esfregada pelas mãos, além disso, você não pode machucar e contaminar essa região.

Além disso, os médicos recomendam:

  • Óculos escuros por 30 dias
  • Repouso de 1 semana ou até tirar os pontos (se tiver)
  • O paciente não pode usar lente nos primeiros 10 dias
  • Quando dormir deitar-se de barriga para cima
  • Fazer compressas de água gelada e gazes na região inchada (olhos)

Como o procedimento é feito?

O procedimento é rápido, geralmente é realizado com anestesia local nos adultos e quando for em crianças o médico usa anestesia geral. A anestesia dura entre 40 minutos a 1 hora e 30 minutos. O médico utiliza o bisturi para cortar a pele do paciente e cauterizar com outro bisturi elétrico a mesma região. Depois costuramos a região externa da pálpebra.

Não é preciso retirar os pontos após a cirurgia, pois eles podem ser absorvidos na pele. Inclusive alguns médicos cirurgiões plásticos utilizam adesivos cirúrgicos para substituir os pontos. Para ptose palpebral ocasionada pela queda dos músculos, será preciso corrigir a musculatura orbicular (ao redor dos olhos).

Muitos pacientes aproveitam para associar outros procedimentos cirúrgicos a blefaroplastia, como por exemplo: lifting facial e rinoplastia. Quando outras cirurgias são associadas, o paciente precisa ficar internado entre 6 e 8 horas.

Quando é possível ver os resultados?

O resultado definitivo é observado após 3 meses. A estética do paciente melhora consideravelmente, é possível ver o efeito lifting, um rosto mais jovial e mais harmônico para idade da pessoa.

Como é o antes e o depois?

O olhar do paciente fica mais jovial com a cirurgia, veja esse resultado que separamos para você:

Como é o antes e depois da blefaroplastia
Imagem retirada do vídeo: TIREI A PELANCA DOS OLHOS

Durante os primeiros 7 dias após a cirurgia os resultados são observados minimamente, porém apenas no 3° mês é possível comparar o resultado definitivo. Em 6 meses a 1 ano a pele fica totalmente firme.

No entanto, os médicos reforçam que quanto mais flácida a pele antes da cirurgia maior a tendência dela cair novamente, porém essa alteração esta totalmente relacionada ao processo de envelhecimento.

Qual o valor da blefaroplastia em 2021?

O preço médio é de 3 mil reais. Porém, o valor do procedimento varia de clínica para clínica, qualificação profissional e experiência.

Quais são os riscos da blefaroplastia?

Os olhos podem ficar secos permanentemente ou temporariamente, por isso é necessário utilizar os colírios recomendados pelo médico. Em casos raros as pálpebras podem ficar anormais, como:

  • Dificuldades para fechar os olhos
  • Manchas roxas e hematomas

O paciente precisa realizar no pós procedimento a drenagem linfática e realizar a quantidade de sessões recomendadas para evitar fibrose, nesse caso em específico o profissional pode utilizar radiofrequência para quebrar a fibrose.

Bom, agora que você entendeu tudo sobre a blefaroplastia, aproveite que você chegou até o final desse texto e use nosso CUPOM 30BLOG, esse é um presente especial da Shopfisio para você!!!

cupom shopfisio 30blog