Celulite infecciosa: o que é, causas e tratamento

Você sabe o que é a celulite infecciosa? Em 2019 Miguel Falabella teve a doença e foi internado às pressas para tratar adequadamente. Na época o ator cancelou sua peça de teatro por causa da celulite infecciosa.

É importante frisar que não é uma celulite comum causada por má-alimentação, a celulite infecciosa é mais agressiva com as inflamações das células de gordura e deve ser tratada o mais rápido possível.

A celulite infecciosa quando não tratada adequadamente pode levar a morte. Por isso, descubra tudo sobre essa doença nos próximos parágrafos e aprenda mais sobre sua saúde.

O que é a celulite infecciosa?

A celulite infecciosa ou celulite bacteriana compromete as camadas profundas da derme e tecido subcutâneo. Os agentes responsáveis pela infecção são:

Ocorre uma infecção cutânea extensa e um quadro infeccioso grave na pele que pode ser provocado pela staphylococcus aureus, a bactéria mais perigosa da classe estafilocócicas e a principal responsável pela infecção na pele.

Quais são os principais sintomas?

Os principais sintomas são dores, calor, rubor e edema, são as manifestações clínicas da inflamação. Porém, o quadro pode acompanhar: febre acima de 38°, desconforto e mal-estar. 

Em quadros mais graves a celulite bacteriana gera: sepse e abscesso. Isso acontece quando as bactérias caem na corrente sanguínea e geram a infecção generalizada no corpo do paciente. Quando ocorre a sepse, os órgãos do paciente começam a falhar e existe o iminente risco de morte.

Como o diagnóstico é feito?

A celulite infecciosa é avaliada por um médico dermatologista através da avaliação dos sintomas e sinais da doença. É importante que você passe pelo médico para avaliar a infecção da pele, pois a celulite bacteriana é muito parecida com a erisipela.

Confira esse vídeo que separamos para você entender melhor essa doença:

Qual a diferença entre celulite infecciosa e erisipela?

Celulite Infecciosa                   Erisipela
Infecção profunda na derme e hipodermeInfecção na camada superficial da pele
Atinge as pernas e faceAtinge somente pernas
Possui manchas vermelhas grandesPossui manchas pequenas
É fácil de diagnosticarÉ fácil de diagnosticar
Diferença entre celulite infecciosa e erisipela

A erisipela atinge somente a camada superficial, podem existir semelhanças visuais com a celulite infecciosa, mas são problemas clínicos distintos. O médico pode solicitar exames para identificar corretamente os sinais, sintomas e gravidade da doença, por vezes essas duas doenças podem se parecer quando atinge especialmente as pernas.

celulite infecciosa

Quais são as causas para a celulite infecciosa?

A bactéria Streptococcus ou Estreptococos são as responsáveis por causar a infecção na camada subcutânea e derme. É comum que pessoas que tiveram:

  • Cortes grandes ou pequenos
  • Picadas de insetos
  • Feridas cirúrgicas

Qualquer ferimento na pele pode servir de entrada para a bactéria estreptococos. Também é possível que as bactérias penetrem por uma deficiência imunológica ou inchaço no membro inferior (MMII), essas duas condições propiciam a entrada da bactéria nas camadas da pele.

Pode ser contagiosa?

Não, a celulite bacteriana não é contagiosa. Entretanto, é preciso atenção aos possíveis machucados, feridas e cortes que servem de porta para as bactérias entrarem e infeccionarem as células de gordura.

Como é o tratamento?

O tratamento funciona com antibióticos que devem ser tomados no horário adequado para que façam o efeito desejado. É preciso acompanhar de perto os sinais como: inchaço e vermelhidão. Pois, devem diminuir com o uso do antibiótico receitado em até 10 dias.

Em alguns casos o antibiótico pode não fazer efeito e o médico deve trocar a medicação rapidamente. Além disso, o médico alivia as dores do paciente e pode receitar: paracetamol e dipirona.

Quando o paciente possui algum tipo de ferida na pele, é preciso que ele realize a higiene adequada do local e faça o curativo com enfermeiros profissionais. O enfermeiro pode colocar creme antibiótico quando realizar o curativo e fazer a higiene correta do local.

Em média após 10 dias os sintomas costumam desaparecer com o uso do antibiótico adequado.

Observação: sempre procure um médico para avaliar e tratar a celulite infecciosa, de preferencia um médico dermatologista, pois esse é o médico especialista em pele.

A celulite infecciosa pode deixar cicatriz?

Sim, se o tratamento não acontecer podem surgir cicatrizes. Uma infecção bacteriana precisa de cuidados precoces para que não deixe nenhum tipo de sequela, em alguns casos a infecção tratada tardiamente, provoca sepse e até a morte.

Esperamos que você tenha entendido tudo sobre a celulite infecciosa e as diferenças desse quadro para uma celulite comum. Procure um médico imediatamente se você desconfia de uma infecção bacteriana na sua pele. Não deixe de pergunta algo nos comentários se estiver com dúvidas ,ok?