A corrente aussie foi criada em 2007 por Alex Ward, projetada para ser uma corrente elétrica diferente das outras, é mais confortável para o paciente e eficiente na reabilitação do tônus muscular. Essa corrente elétrica é utilizada para reabilitação física e estética,produz um estímulo sensorial mínimo quando comparada com outras correntes como: interferencial e russa.

Tem gente que se arrisca dizendo que a corrente aussie é a melhor da eletroterapia, mas isso é verdade?

Você aprenderá tudo sobre corrente aussie agora, quais os melhores aparelhos no mercado e tirará sua própria conclusão sobre sua eficiência. Boa leitura!

O que é corrente aussie?  

A corrente aussie também conhecida como corrente australiana, foi criada por Alex Ward em Melbourne, na Austrália. Essa é uma das correntes elétricas mais modernas na fisioterapia e a mais recente, pois surgiu em 2007.

Seu criador estudou as diferenças entre “on-time e off-time” ou seja, desenvolveu a corrente mais eficiente para estimulação muscular e a mais confortável com base nas evidências cientificas das outras correntes. Alex Ward estudou as diversas frequências das correntes elétricas para determinar com exatidão, qual era a frequência mais confortável ao paciente. O resultado dos seus estudos criou a corrente elétrica mais confortável da fisioterapia para estimulação nervosa e sensorial.

O que é burst?

Se você esta aprendendo sobre corrente australiana deve conhecer o conceito de burst. Os bursts são ciclos de milissegundos on e milissegundos off. Para criar a corrente aussie foi elaborado um estudo entre os ciclos “on time e off time” para observar qual estímulo seria mais eficiente ao paciente. 

O burst modula a corrente elétrica para estimulação de baixa frequência, é utilizada na corrente australiana e na corrente russa para contração muscular e liberação de opioides endógenos. São emitidos 3 pulsos (burst) com baixa frequência para modular a dor por um longo período, essa sensação de analgesia pode durar semanas quando o fisioterapeuta utiliza o modo burst no aparelho de corrente aussie. 

O resultado estabelecido nas pesquisas de Alex Ward elaboraram o “tempo ideal do burst” para produzir uma contração mais forte, porém mais tolerável para aliviar as dores.

Qual a frequência da corrente?

É uma corrente de média frequência, 4Khz e a modulação burst de curta duração é de baixa frequência.

Modalidades

A eletroestimulação pode ser feita em 3 modos no aparelho, veja quais são:

  • Contínuo (estimulação constante)
  • Sincronizado (segue tempos escolhidos na rampa)
  • Recíproco (canais se alternam 1 e 2 funcionam e depois 3 e 4 funcionam)

Como funciona uma corrente elétrica? 

A corrente elétrica acontece por estimulação direta dos nervos aferentes, como o fisioterapeuta consegue controlar os parâmetros no aparelho e ajustar a qualquer momento, oferece a dosimetria correta para o tratamento. Não existe uma corrente elétrica milagrosa, porém a aussie consegue ser a mais moderna. No entanto, deve ser aplicada da maneira correta na estética e na fisioterapia, caso contrário pode não gerar resultado ao paciente. 

Aplicações na estética

Inicialmente as aplicações da corrente eram na reabilitação fisioterapêutica, mas seu criador na Austrália demonstrou evidências cientificas que comprovam que a corrente é eficiente na estética.  

A corrente australiana é neuromuscular, tonifica músculos e auxilia em tratamentos estéticos, como:

A corrente australiana também é utilizada para estimular a circulação sanguínea local e linfática, apresenta evidências científicas no tratamento de celulite. Veja esse artigo sobre o tratamento de celulite que separamos para você! 

Como acontece a estimulação?

A corrente aussie atua contraindo a musculatura através da excitação nervosa. Assim como outras correntes da eletroterapia, precisa ser aplicada no local certo através dos eletrodos.  

Os eletrodos são condutores de borracha ou silicone que conduzem a corrente até o corpo do paciente. No entanto, os eletrodos da corrente aussie precisam ficar nas inserções musculares para produzir o estímulo correto e eficiente. É necessário que o fisioterapeuta tenha conhecimento sobre músculos e inserções para posicionar o eletrodo da maneira correta, por isso acreditamos que precisamos de aparelhos seguros e profissionais qualificados para gerar bons resultados na eletroterapia.

Veja: Curso para corrente Aussie

Quais os principais benefícios da corrente?  

A corrente é a mais confortável quando comparada com as outras. Possui diversos benefícios como:

  • Reduzir a fadiga muscular
  • Fortalecer o músculo
  • Reeducar o sistema muscular
  • Prevenir lesões
  • Tem protocolos exclusivos para evoluir pacientes no pós-operatório até a fase avançada da recuperação

Na estética, ocorre a melhora da circulação sanguínea e linfática, trata problemas estéticos como: gordura localizada e celulite. Mas, também ajuda a contrair os músculos estriados, por isso tonifica os músculos e dessa forma trata a flacidez.  

O que a ciência diz sobre a corrente aussie? 

A corrente aussie foi criada através de revisões e estudos científicos, não é uma corrente baseada em “achismos”, por isso a aplicação deve acontecer da forma correta seguindo as evidências cientificas. A Ibramed marca que registrou a patente para corrente no Brasil, fez um documentário exclusivo explicando tudo sobre a corrente. Confira!

Exemplo de aplicações

Em um dos estudos mais recentes sobre corrente aussie em cervicalgia crônica, os eletrodos foram testados sobre o processo espinhoso da primeira vértebra torácica e região atlanto occipital. Nesse estudo foi utilizado a corrente aussie 4 vezes na semana e todos os pacientes tiveram no total 12 aplicações para analgesia. Porém, não obtiveram resultados na melhora da força de pressão nas vértebras e na dor cervical crônica (principal objetivo do estudo). 

Ou seja, a corrente é eficiente quando aplicada na inserção muscular, pois precisa contrair os músculos de forma adequada para produzir efeito analgésico significativo, o que não aconteceu no exemplo. 

Outra evidência interessante é quando a corrente aussie é comparada com as correntes: interferencial e russa, sua eficiência e sensação são melhores! O paciente consegue tolerar a sensação da eletroestimulação por isso, ele realiza um torque maior na contração muscular.

As aplicações e protocolos estão programados nos aparelhos da corrente aussie não é uma corrente dificil, no entanto, para uma boa aplicação o fisioterapeuta deve conhecer as contraindicações e indicações. 

Quais são as contraindicações 

Assim como qualquer outra corrente elétrica na fisioterapia, a aussie é contraindicada para:

  • Marca-passo problemas 
  • Cardíacos 
  • Hipertensão descontrolada 
  • Hipotensão descontrolada 
  • Problemas renais 
  • Varizes calibrosas
  • Dor sem etiologia
  • Não pode ser aplicado: no seio carotídeo, calota craniana, trombose venosa profunda aguda e grávidas
  • Não pode ser associada a equipamentos como: monitores cardíacos, ECG e alarmes.
whatsapp da shopfisio

Indicações

A corrente é utilizada na fisioterapia e estética.

Na fisioterapia

  • Pós-operatório
  • Fortalecimento muscular
  • Modular dor aguda e crônica
  • Redução da inflamação e controle
  • Relaxamento muscular

Na estética

Na reabilitação é uma das correntes mais toleráveis para que o paciente comece a realizar contração muscular e recuperar a força da musculatura. Também é comum ver essa corrente associada a fisioterapia desportiva, os atletas utilizam para prevenir e retardar a atrofia muscular por desuso. 

httpv://www.youtube.com/watch?v=results?search_query=corrente+aussie

Antes e depois  

A corrente aussie após aplicada no paciente dura algumas semanas e pode aumentar o volume muscular nas áreas tratadas. 

O efeito da analgesia é mais eficiente quando comparada com outras correntes elétricas, por isso essa era a única corrente recomendada pelo meu professor na minha graduação de fisioterapia em 2014. 

Dra. Thays Cristina Rodrigues

Na estética a corrente aussie é muito utilizada para o efeito drenagem linfática e combater a flacidez, por exemplo: aqueles pacientes que possuem atrofia muscular e fraqueza na musculatura podem ser estimulados pela corrente aussie. 

No entanto, a corrente aussie precisa ser associada com outros fatores para ter o efeito desejado na estética, como:

Para que o resultado da corrente seja realmente satisfatório na estética, essa soma de fatores é crucial!

Onde aplicar?

As aplicações mais comuns são em:

  • Abdômen 
  • Coxas 
  • Glúteos
  • Braços 

Mas a recomendação da aplicação é sempre sobre as inserções musculares e não se deve aplicar nas áreas contraindicadas nunca.

Qual o valor da sessão?  

O valor em média da sessão varia entre R$ 30 reais a R$ 45 reais. No entanto, algumas clínicas vendem pacotes de 10 sessões por R$ 300,00 reais.  

Quais são os melhores aparelhos?  

corrente aussie
Aparelho de corrente aussie

A corrente aussie é patenteada pela Ibramed no Brasil, portanto, você não encontrará ela nas outras marcas. A Ibramed tem aparelhos dedicados a corrente aussie e aparelhos com correntes simultâneas, apresentamos abaixo as melhores opções para você:

  • Neurodyn Aussie Sport: é uma das melhores opções para você que sabe da eficiência da corrente, o aparelho possui 4 canais independentes para terapia, tela LCD, é portátil e versátil. Serve para reabilitação e estética! Todos os 10 protocolos para tratamento estão programados pela Ibramed, facilitando muito a vida do fisioterapeuta, pois ele só escolhe a intensidade para o paciente. Entretanto, pode salvar seus protocolos individuais.
  • Nerodyn 10 canais: esse aparelho tem a corrente aussie e russa, possui 10 canais de saída para você aplicar simultaneamente em várias regiões. O ganho por sessão nesse aparelho calculando 30 dias trabalhados e cobrando preço médio da sessão atinge o faturamento de R$ 6.160,00 reais por mês. Incrível né? ele é perfeito para uma clínica de fisioterapia.   

Curso de corrente aussie

curso de corrente aussie

Falamos nesse texto sobre as vantagens da corrente aussie, no entanto, ela é uma corrente moderna, alguns profissionais não conhecem e continuam utilizando correntes elétricas ultrapassadas, por isso a necessidade de se atualizar. A Shopfisio oferece um dos melhores tratamentos para corrente aussie no aparelho neurodyn.

Deixamos o link aqui para você conferir tudo sobre o curso da corrente aussie

Considerações finais

Por fim, a corrente aussie é uma das mais modernas na fisioterapia, tem aplicações na estética e produz resultados eficientes e produz uma contração muscular mais forte na reabilitação. Se você leu esse artigo e gostou não deixe de compartilhar, mas se ficou com alguma dúvida sobre a aussie deixe um comentário abaixo, responderemos assim que possível, ok?

aparelhos de eletroterapia

Comentários