Corrente galvânica: o que é, como funciona e indicações

A corrente galvânica foi criada em 1780 por Alessandro Volta, porém ela começou a ser empregada para fins terapêuticos e medicinais no final do século 19.

No começo a corrente galvânica ajudava na introdução de medicamentos nos pacientes, como por exemplo, soluções de sulfato de magnésio para as inflamações na bursa e histamina para dor articular.

O que é corrente galvânica?

A corrente galvânica é conhecida também como corrente contínua, pertence a técnica de eletroterapia, sendo um dos recursos mais utilizados na fisioterapia para reabilitação.

A corrente é chamada contínua, pois os elétrons vão somente para um polo positivo, ou seja, uma só direção. A corrente galvânica através de um circuito regenerador consegue criar 2 polos diferentes: positivo e negativo.

É importante falar do fluxo do elétron, que é:

  • Constante
  • Não sofre interrupções

Dessa forma, a corrente não varia sua intensidade com o tempo.

Outros nomes para corrente galvânica: corrente contínua, corrente constante, corrente unidirecional e corrente direta.

Quais são os efeitos fisiológicos?

A corrente galvânica produz diversos efeitos fisiológicos no organismo, os mais comuns são:

  • Relaxamento do tecido
  • Aumento da oxigenação
  • Aumento da circulação periférica
  • Vasodilatação reflexa
  • Melhora a concentração de nutrientes, leucócitos, anticorpos e eletrólitos
  • Favorece reparação tecidual

Quais são os benefícios?

A corrente pode ser utilizada para analgesia, diminui a dor, diminui o tônus das fibras simpáticas. De forma que a dosagem sugerida para analgesia geralmente tem intensidade de 0,5 mA por cm² na área do eletrodo, o tempo de aplicação é de 25 minutos.

O que é corrente galvânica?

Para quem é indicada?

Quando for aplicada para promover a analgesia a corrente galvânica é ideal para tratar:

No seu polo positivo:

  • Lombalgia
  • Mialgia
  • Neurite
  • Tendinite
  • Artrite
  • Ciatalgia
  • Distensão muscular
  • Bursite

No polo negativo é indicado para:

  • Artrose
  • Fibrose
  • Transtorno tróficos
  • Melhorar hidratação tecidual

Ambos os polos também são capazes de introduzir íons. Além disso, a corrente galvânica é utilizada na estética para:

  1. Eletrolifting: trata rugas e estrias
  2. Ionização: ajuda a permeabilização de ativos na pele
  3. Desincruste: trata oleosidade e queda de cabelo

Há contraindicações?

Quais são os efeitos da corrente Galvanica?

É contraindicada para feridas abertas, pele não íntegra, pessoas com febre e hipersensibilidade.

Na puberdade é contraindicado realizar a corrente galvânica, por causa das alterações hormonais e níveis de glicocorticoides altos.

Como a corrente galvânica é aplicada?

A aplicação varia de acordo com o uso, por exemplo para uso terapêutico é utilizado polo positivo e negativo. Já para desincrustação é utilizado outro tipo de eletrodo, na forma de gancho, esse eletrodo é aplicado com produto desincrustante.

Para ionização é utilizado o protocolo do produto ionizável, ou seja, pode ser gotejando na pele a ser tratada e absorvida pelo eletrodo em forma de rolo, esse é o uso mais comum para aplicar cosméticos.

Separamos alguns exemplos para você entender melhor cada forma de aplicação.

Fins terapêuticos com eletrodos

Geralmente na eletroestimulação temos polos distintos, no exemplo abaixo, observamos que o polo catodo é o preto e o polo vermelho é o ânodo.

Ou seja, o polo catodo é o mesmo que positivo e o ânodo é o mesma que negativo, assim como em pilhas alcalinas. Mas, na corrente galvânica, uma corrente elétrica polarizada, não temos indicação da cor, mas sim um sinal positivo ou negativo para orientar o fisioterapeuta a colocar os eletrodos corretamente.

O eletrodo precisa ser silicone carbonado especialmente para corrente polarizada. No vídeo abaixo temos a explicação completa:

Técnica de Iontoforese

Quando o objetivo do tratamento for atingir a epiderme ou derme papilar, existe o tratamento iontoforese, que permite fazer canais na membrana pela corrente galvânica para empurrar os nutrientes ou hidratantes para regiões profundas da pele.

Dessa forma, a iontoforese pode vir a substituir mesoterapia, no vídeo abaixo temos uma explicação aprofundada da técnica:

Desincruste com corrente galvânica

Quantas sessões devem ser realizadas?

O número de sessões depende da causa e do objetivo do paciente, geralmente o número médio de sessões da eletroterapia são 10.

Mas, pode variar de acordo com  a necessidade do paciente e a área tratada.

O que dizem os artigos científicos sobre corrente galvânica?

Um dos artigos mais recentes sobre corrente galvânica demonstrou a eficiência e resultados satisfatórios após 10 sessões.

Esse procedimento foi testado principalmente para suavizar linhas de expressão e rugas, é um tratamento comprovado cientificamente e produz sim resultados clínicos. 

Ver artigo na íntegra

Como funciona o tratamento de corrente galvânica para estrias?

A corrente galvânica é indica para estrias em mulheres maduras, não é interessante fazer o tratamento quando a pessoa é jovem por causa das alterações hormonais nesse período e altos níveis de glicocorticoides que são uma contraindicação da técnica.

O tratamento de galvanopuntura é indicado para estrias utilizando microcorrente galvânica e uma agulha de 5 mm com polo negativo, é dessa forma que o tratamento para estrias acontece.

A dosagem para tratar estrias é divergente na literatura, alguns artigos pontuam 70 a 100 microamperes para estrias, porém os parâmetros devem ser ajustados de acordo com limiar de dor.

Quais são os cuidados a tomar antes de realizar?

A pele não pode estar queimada do sol, o fisioterapeuta deve esclarecer todo o procedimento com o cliente, como por exemplo, o número de sessões.

Além disso, o tratamento não pode ser realizado unilateral, os níveis de hormônio devem estar controlados e não pode usar nenhum agente antiinflamatório antes da sessão.

O que fazer depois do procedimento?

Após o procedimento o paciente não sente nada ou nenhum desconforto após a corrente elétrica ser desligada, assim como qualquer outro tratamento da eletroterapia, desligou acabou!!!

O tratamento varia de acordo com a intensidade de estimulação que o paciente tolera.

Que outros tratamentos são recomendados?

Existem uma série de outros tratamentos para melhorar as estrias e rugas, o Laser Fracionado de CO2 é um deles, também tem:

Confira mais tratamentos para estrias

Por fim, esperamos que você tenha aprendido o que é corrente galvânica e saiba que temos outros conteúdos sobre eletroterapia no Blog da Shopfisio, dê uma olhada em corrente russa. Aposto que tem algo novo para você aprender por lá!