A corrente russa antes e depois cria um estímulo elétrico que gerar contração muscular no local tratado. Por exemplo, em pacientes com flacidez ocorre a melhora significativa do tônus muscular, aumento da circulação sanguínea e linfática.

Nesse artigo apresentaremos uma perceptiva da corrente russa em pacientes da estética e reabilitação, afinal falamos de uma corrente que promove a melhora do tônus muscular nos pacientes.

Confira todas as indicações e os resultados, boa leitura!

Como funciona?

A corrente russa é um tratamento da eletroterapia que contrai a musculatura através de estímulos elétricos, age principalmente em:

  • Braços
  • Pernas
  • Glúteos
  • Barriga
  • Rosto (efeito terapêutico)

Se você quiser ter as principais informações sobre corrente russa, não pode deixar de ler o artigo que preparamos para você.

Aplicações na estética

A corrente russa foi criada em 1977 e desde o primeiro momento foi pensada para uso estético, afinal existiam lacunas para técnicas que tratavam flacidez de pele, gordura localizada e celulite, por isso a corrente russa se encaixou tão bem na estética. Ela cuidava de incômodos que a cirurgia plástica não tratava.

A frequência atual do aparelho fica entre 2.000 a 10.000 Hz, os pulsos variam de 50 a 250 microssegundos.

Veja esse vídeo completo que a Shopfisio fez sobre a estimulação russa:

Antes e depois: glúteos

A corrente russa antes e depois nos glúteos consegue fortalecer esses músculos e tonificá-los, por isso é possível observar a definição muscular após algumas sessões. Nas fotos abaixo é possível notar que os resultados nas fotos F e H após 10 sessões de corrente russa associada ao ultrassom terapêutico forneceram resultados rápidos para tratar celulite na região glútea. Veja:

Barriga: antes e depois

Em alguns pacientes a corrente russa antes e depois na barriga ajudou na diminuição da retenção de líquidos, por isso é possível ver a redução das medidas e um corpo modelado.  

A técnica de eletroestimulação é recomendada também após a gravidez, as mulheres que desejam recuperar a estrutura da barriga de forma harmônica e sem passar por métodos agressivos como a cirurgia, usam a estimulação elétrica na estética para melhorar o corpo e o bom estado físico.

Abdômen: resultados

Existe um discurso equivocado divulgado por algumas clínicas de estética falando sobre a corrente russa, por isso, acredita-se que a contração muscular no abdômen equivale a 400 abdominais e agiria como um exercício passivo. Porém, para que esse desejado efeito aconteça o paciente precisa contrair o abdômen para que as fibras do reto abdominal sejam fortalecidas. Não é como mágica, o paciente precisa contrair o músculo reto abdominal junto com a estimulação.

A flacidez do reto abdominal é a grande responsável pela baixa autoestima de algumas pessoas que desejam ter a tão sonhada “barriga tanquinho”. Mas com os avanços fisioterapêuticos e as necessidades estéticas atuais a corrente russa conseguiu satisfazer esses clientes que desejam fortalecer o abdômen e defini-lo.

Após alguns minutos de estimulação acionado os músculos abdominais, as contrações equivalem a uma quantidade significativa de abdominais bem executados. Porém, para uma resposta satisfatória o cliente precisa de uma rotina de atividade física e alimentação equilibrada.

Coxas: o que esperar?

As coxas são um dos lugares onde as mulheres possuem mais:

  • Flacidez
  • Celulite (Fibro edema Geloide)
  • Gordura localizada

A corrente russa é uma coadjuvante para tratar gordura localizada nas coxas, pois isso depende de dieta e exercícios físicos. No caso das aplicações na celulite a corrente mostrou eficiência, não possuí efeitos significativos para melhorar os aspectos da pele sozinha, mas sempre quando associada com outra técnica, produz resultados.

Também não atua significativamente no emagrecimento. Entretanto, se o objetivo for modelar as coxas e combater a flacidez o resultado é diferente, pois, existem evidências cientificas que corroboram para eficiência da corrente em:

  • Hipertrofia
  • Fortalecimento muscular

O fortalecimento da coxa e outras regiões pela corrente elétrica age nas fibras brancas (fibras de velocidades), fibras vermelhas (sustentação) e fibras intermediárias. É um tratamento eficiente para fortalecimento das coxas!

Para saber mais, veja o estudo da EFEITOS DA CORRENTE RUSSA NO TRATAMENTO DE FIBRO EDEMA GELOIDE NA REGIÃO GLÚTEA.

Considerações finais

Existe uma base de dados científicos confiáveis para você tirar todas suas dúvidas sobre as aplicações da corrente russa, acesse o Medline/Pubmed, Lilacks ou Scielo existem estudos relacionados a reabilitação e a estética. No entanto, separamos todos os benefícios reais da técnica nessa publicação.

Sabemos que alguns profissionais vendem a eletroestimulação como uma técnica milagrosa para emagrecimento, mas os resultados são mínimos para esse objetivo já que envolvem uma dieta alimentar e exercício físico. A corrente russa é eficiente em incômodos estéticos como flacidez, para ter um corpo definido e fortalecido.

aparelhos de eletroterapia

Comentários