Drenagem linfática no pós-operatório: quais são as vantagens e como funciona?

A drenagem linfática no pós-operatório de cirurgia plástica é essencial para que o organismo funcione corretamente após a cirurgia e não ocasionar fibrose..

A drenagem linfática é um tratamento coadjuvante para otimizar os resultados da cirurgia plástica, mas nem todos sabe como ela funciona e qual sua necessidade após um procedimento estética invasivo.

Pensando nisso, queremos que você saiba tudo sobre a drenagem linfática no pós-operatório e como ela ajuda o paciente no pós-procedimento.

Leia até o final!

Como a drenagem linfática ajuda no pós-operatório?

A drenagem linfática consegue diminuir o inchaço do corpo ocasionado pela cirurgia plástica, além disso, minimiza os hematomas do corpo, evita fibrose da cicatriz e ajuda melhorar a circulação sanguínea.

Quais são os benefícios?

Os benefícios da drenagem são:

  • Reduzir inchaço
  • Aumentar oxigenação dos tecidos
  • Prevenir aderência após cirurgia-plástica
  • Eliminar toxinas dos tecidos
  • Melhorar a circulação sanguínea e linfática

Há contraindicações?

Existem contraindicações da drenagem linfática, como:

  • Lesões de acne
  • Tecido não íntegro ou lesionado
  • Ferida aberta
  • Trombose venosa profunda
  • Problemas cardiovasculares
  • Insuficiência renal, cardíaca e hepática
  • Tuberculose
  • Covid-19

Além disso, o cirurgião plástico ou médico deve liberar a sessão de drenagem, normalmente elas começam após 48 horas da cirurgia e pode ser feita no corpo inteiro e no rosto.

Leia também:

Como funciona?

Após 48 horas da cirurgia o médico libera o paciente para drenagem, é comum que o paciente fique extremamente inchaço após um procedimento invasivo, pois isso gera lesões internas no organismo e a produção de proteínas.

No entanto, se o médico não encaminhar para o profissional nos primeiros dias após a cirurgia, ele pode pedir para que comece o procedimento após 1 semana, tudo depende da segurança do médico no profissional que realizará a drenagem linfática. O ideal e mais satisfatório é que a drenagem seja feita imediatamente, mas tudo depende da equipe e do protocolo pós-cirúrgico.

Por exemplo, algumas clínicas já possuem os próprios fisioterapeutas e terapeutas para realizarem a drenagem linfática, porém outros médicos não sabem e não confiam no profissional que realizará a sessão de drenagem no seu paciente, por isso solicitam ao paciente que faça a sessão após 1 semana.

A drenagem é feita para reduzir o tempo de cicatrização do tecido, pois a retirada dos líquidos que se acumulam no organismo melhora a circulação prejudicada pela cirurgia.

Os movimentos da drenagem não são fortes, eles não podem machucar o paciente, sempre são “ascendentes”, indo de encontro com os gânglios linfáticos para que a linfa seja eliminada.

É importante falar que a pressão ideal é de 40 mmhg, essa é pressão junto com os movimentos lentos da mão do terapeuta conseguem imitar o bombeamento da pele, esse ciclo de movimentos ascendentes deve se repetir de 5 a 6 vezes por região, sendo que uma sessão pode durar até 1 hora e 20 minutos.

Separamos esse vídeo para você entender como a drenagem é feita corretamente:

A drenagem linfática é dolorosa?

Não, a drenagem não é dolorosa, é feita com movimentos e pressão leve não produz nenhum desconforto para o paciente.

A técnica também pode ser extremamente relaxante, pois diminui a tensão e dor ocasionada pelo acúmulo de toxinas no tecido. Portanto, a drenagem é uma técnica boa para reduzir dor e inchaço ocasionados pelo pós-operatório.

Aparelhos para pós operatório de cirurgia plástica

Os cuidados pós procedimentos são tão importante quanto a cirurgia, por isso o profissional deve avaliar quais são os melhores aparelhos existentes para eliminar a fibrose e acelerar a recuperação.

Abaixo separamos equipamentos modernos para potencializar a recuperação:

Um bom profissional no pós operatório sabe que combinar drenagem com eletroterapia produz bons resultados. Se o paciente não tiver contraindicação utilize.

Sempre avalie o tipo de cirurgia plástica e determine a melhor abordagem com a drenagem.

Quantas sessões de drenagem são necessárias?

Em média 10 sessões de drenagem linfática são indicadas no pós-cirúrgico, porém é preciso uma avaliação clínica do paciente para indicar as sessões necessárias para cada caso.

Drenagem linfática no pós-operatório

Qual o valor da drenagem linfática?

O valor da drenagem linfática no pós-operatório tem valor médio de R$ 60 reais, mas pode custar até R$ 150,00 dependendo da experiência do profissional e na onde será realizada. Alguns pacientes preferem que o profissional vá até sua casa para sessões home-care, nesse caso pode custar ainda mais caro uma sessão de drenagem.

A drenagem é altamente recomendada para potencializar os resultados da cirurgia sendo que pode ser realizada até mesmo antes do procedimento.

Considerações finais

A drenagem linfática deve ser realizada após a cirurgia, para eliminar uma quantidade de proteína depositada após o procedimento, essa proteína atraí água, por isso o inchaço é muito comum após a cirurgia, o terapeuta deve fazer a drenagem corretamente para melhorar a absorção dessa proteína no organismo.

Se a drenagem não ocorre e muita proteína estiver depositada no pós-operatório, ela pode servir de matéria-prima para o fibroblasto, ou seja, o tecido pode produzir fibrose. Isso não pode acontecer!!! Entende agora como a drenagem é necessária no pós-operatório?

Gostou desse artigo sobre drenagem linfática no pós-operatório? Não deixe de ver nosso outro artigo explicando sobre drenagem linfática manual, te esperamos lá.

Aproveite também nosso cupom 30BLOG para você comprar o que quiser na Shopfisio.