Você já deve ter ouvido falar da harmonização orofacial, não é mesmo?

E não é à toa que ela se tornou uma das tendências da estética. Além de melhorar a aparência dos pacientes e aumentar a autoestima deles, é possível resolver problemas de saúde.

Neste texto, você tirará suas principais dúvidas sobre harmonização facial.

Venha com a gente e saiba mais.

Boa leitura!

O que é harmonização orofacial?

A harmonização orofacial é um tipo de tratamento recente da odontologia e busca equilibrar a estética e a função do sorriso e do rosto das pessoas.

E vai ainda mais além, preocupando-se também com as funções de mastigação e respiração.

Dessa forma, a partir de procedimentos, busca-se corrigir assimetrias, fazendo com que as proporções faciais sejam melhoradas e garantir que o paciente tenha um aspecto mais jovem.

Com isso, é possível melhorar até mesmo a autoestima das pessoas.

Quais são os objetivos da harmonização facial?

Melhorar a autoestima das pessoas é uma tarefa possível a partir da remodelagem óssea, bem como dos músculos da face.

Assim, é possível:

  • restaurar a mastigação;
  • diminuir dores de cabeça e na articulação mandibular;
  • estimular que a respiração seja realizada pelo nariz;
  • diminuir problemas relacionados com alergias e apneias do sono;
  • resolver problemas relacionados com a mordida e posição dentária;
  • fazer com que o processo de implante tenha resultados superiores..

O que é necessário avaliar antes do procedimento?

Antes de realizar a harmonização, o dentista deve avaliar as estruturas da face, das arcadas dentárias e do próprio sorriso do paciente. Com todas essas informações, ele fará um plano para tratar a face e os dentes da pessoa.

A harmonização orofacial só é realizada com toxina botulínica?

A toxina botulínica é a substância mais usada na harmonização orofacial. Entretanto, ela não é a única alternativa. 

Outras opções são:

  • bioestimuladores;
  • ácido hialurônico;
  • fios de sustentação;
  • plasma;
  • fios PDO.

Quais são os tipos de harmonização orofacial disponíveis?

Já esclarecemos as questões legislativas e éticas, agora chegou o momento de entendermos melhor quais são os procedimentos de harmonização orofacial que podem ser realizados no consultório odontológico.

Aplicação da toxina botulínica

A toxina botulínica (muito conhecida pela marca botox), é um dos procedimentos mais praticados na harmonização orofacial.

Preenchimento com ácido hialurônico

O ácido hialurônico é ideal para corrigir linhas de expressão e rugas. Além disso, é possível definir os contornos do risco e corrigir problemas com olheiras.

Fios de dermosustentação

Com os fios de dermosustentação, é possível elevar os tecidos e ter um efeito antigravitacional.

Não é necessário fazer nenhum corte, já que o procedimento é realizado em pequenos buracos com agulhas.

Essa técnica é importante quando o objetivo é diminuir a flacidez no pescoço, além de tratar a papada e levantar a sobrancelha.

Bichectomia

A bichectomia é uma cirurgia bem simples e muito procurada por mulheres que desejam deixar o rosto mais alongado e fino.

O processo se dá com a retirada das bolas de Bichat, que são bolsas de gordura localizadas nas bochechas, entre as maçãs do rosto e a mandíbula.

Quais são os benefícios da toxina botulínica?

Os benefícios da toxina para a estética já são bem reconhecidos. Ela é útil para suavizar as linhas de expressão e rugas. Entretanto, eles vão muito além dela, ajudando a saúde bucal como um todo.

A toxina é indicada para:

  • controle do bruxismo;
  • tratamento de dores de cabeça tensionais;
  • tratamento do sorriso gengival.

A harmonização orofacial é segura?

Os procedimentos de harmonização normalmente são seguros. Entretanto, é fundamental que sejam realizados por profissionais experientes e qualificados. 

Você não quer resultados inesperados, não é?

É indicado usar aparelho antes de fazer a harmonização orofacial?

Nem sempre é necessário. Mas é preciso ficar claro que a posição dos dentes influencia no resultado da harmonização, tanto no rosto quanto no sorriso. Por isso, é essencial que o dentista faça uma avaliação para discutir se o aparelho é necessário para atingir o objetivo desejado.

Harmonização facial: antes e depois

É importante, além de consultar seu dentista, saber quais foram os resultados alcançados por outras pessoas. Assim, você saberá se o procedimento é adequado para você.

Veja os relatos sobre o procedimento feitos por Gretchen:

Além dela, outros famosos também conseguiram resultados interessantes, confira:

Como você viu, a harmonização orofacial é uma das tendências não só da estética, mas também de saúde. Por isso, é importante que os pacientes procurem profissionais de qualidade. Por outro lado, os dentistas precisam investir cada vez mais em cursos e conhecimento para satisfazer os desejos.

Agora, o que você acha de conhecer mais sobre a harmonização facial? Esperamos por você lá. Venha aprender conosco!

Comentários