Hidroterapia: o que é, benefícios e exercícios

A hidroterapia é uma técnica antiga, iniciou nos anos 80, como terapia de reabilitação na saúde, porém existem relatos da técnica na antiga Grécia, por volta de 500 a.C, onde Hipócrates utilizava das águas para tratar pacientes e prevenir lesões dos atletas gregos.

O tratamento é realmente eficiente, pois existem comprovações científicas dos inúmeros benefícios das propriedades da água para todos os tipos de pacientes na hidroterapia.

Nesse artigo queremos que você entenda tudo sobre essa especialidade da fisioterapia e as propriedades terapêuticas da água na reabilitação dos pacientes.

Leia até o final e aprenda tudo sobre hidro.

O que é hidroterapia?

A hidroterapia é o nome da técnica que utiliza água para curar e tratar pacientes com doenças: articulares, neurológicas e reumáticas. A técnica pertence à fisioterapia e utiliza dos exercícios terapêuticos no ambiente aquático para reabilitar pacientes e promover saúde.

Outros nomes para hidroterapia: fisioterapia aquática, hidrocinesioterapia e terapia aquática.

Quais são os objetivos da hidroterapia?

O principal objetivo da hidroterapia é não intervir de forma invasiva e farmacológica nos pacientes, ou seja, o fisioterapeuta tem a função de atender qualquer necessidade patológica do paciente para que esse não precise medicamentos ou intervenções cirúrgicas.

Outro objetivo da hidro é trabalhar na água exercícios que o paciente não conseguiria no solo. Para alguns casos, o ambiente ideal para realizar exercícios e praticar marcha é na piscina. Por isso, é comum ver pacientes após cirurgia sendo reabilitados na água.

Quais são os benefícios da hidroterapia?

A imersão na água é um dos principais benefícios da hidroterapia. É comprovado cientificamente que as propriedades físicas da água conseguem: alterar as funções do paciente, mantê-las, melhorar a força muscular, reduzir a dor, melhorar condicionamento físico, aumentar a capacidade aeróbica, diminuir espasticidade, melhorar circulação sanguínea, trabalhar equilíbrio, treinar marcha, ganhar coordenação motora e outros benefícios.

fisioterapia aquática

Quais as propriedades físicas da água?

1.     Densidade relativa

2.     Temperatura

3.     Pressão hidrostática

4.     Flutuação

Todas essas propriedades propiciam inúmeros benefícios para os pacientes de hidroterapia se tornarem independentes funcionalmente e diminuírem seu quadro álgico.

Como a hidroterapia funciona?

A sessão de hidroterapia é composta de fases, sendo que primeiro, o fisioterapeuta aquece os músculos e prepara o paciente para os exercícios, depois é trabalhado exercícios específicos para os objetivos individuais e por último realiza-se alguns minutos de relaxamento na piscina.

É necessário utilizar materiais para trabalhar com os exercícios na água, esses materiais são específicos para fisioterapia aquática, como:

flutuadores hidroterapia
Fontes: repositorio.unicentro.br

Indicações

A hidroterapia é indicada para qualquer área da fisioterapia, principalmente:

  • Pediatria
  • Neurologia
  • Traumato-ortopedia
  • Cardiologia
  • Obstetrícia
  • Pacientes com estado emocional alterado, exemplos: ansiedade, estresse ou depressão

Contraindicação

As contraindicações são relativas ou absolutas, mas o fisioterapeuta deve sempre investigar se o paciente tem:

  • Doenças de pele
  • Infecções
  • Febre
  • Epilepsia
  • Intolerância ao cloro
  • Medo de água
  • Pressão descompensada
  • Problemas críticos de saúde

Qual a diferença de hidroginástica e hidroterapia?

A hidroginástica é uma técnica do Educador físico voltada para emagrecimento, melhora da boa forma e condicionamento físico. Já a hidroterapia é o conjunto de exercícios terapêuticos para reabilitar e promover a saúde do paciente, os profissionais habilitados para dar hidroterapia são os fisioterapeutas.

Qual a temperatura ideal para hidroterapia?

A temperatura da água deve ser inferior ou menor a 32 °C. Considerando que a temperatura do corpo é 36 °C em média, a temperatura da água precisa estar agradável para o paciente, mas não muito quente ou fria.

Uma temperatura baixa ou com água fria, causará a queda da temperatura corporal durante os exercícios aquáticos.

Nesse caso, o organismo detectando que a temperatura estará fria, ativará os mecanismos autorreguladores de temperatura, por isso o paciente tende a sentir-se desconfortável na água fria durante a sessão.

hidroterapia sessão

No caso da água ficar muito quente, o calor pode se dissipar de maneira inadequada e o paciente tende a ficar com calor e fadigado. Pensando nisso, o profissional responsável deve medir sempre a temperatura antes da sessão, principalmente quando as estações do ano trocam.

A faixa recomendada de temperatura ficará sempre entre 28 C° a 30 C°, algumas literaturas sugerem 32° para realizar os exercícios na água. Mas, tudo dependerá do local onde a piscina é instalada.

Quais são os principais exercícios?

Separamos um vídeo explicando o caso clínico de uma paciente para que você possa entender como a sessão de hidroterapia funciona. Veja:

Os principais exercícios aquáticos são para:

  • Mobilização articular
  • Treino de marcha
  • Fortalecimento
  • Equilíbrio
  • Relaxamento para coluna vertebral

Lembrando que o fisioterapeuta deve avaliar sempre o paciente para montar um programa de exercícios eficientes, sempre estruture as sessões entre: ativação dos músculos, mobilização articular, exercícios e relaxamento.

Técnica de relaxamento

O Watsu é uma das técnicas mais relaxantes no ambiente aquático, foi criada em 1980 por Harold Dull. No Watsu o fisioterapeuta faz movimentos passivos e alonga suavemente os membros. Essa é uma técnica para desbloquear os canais energéticos do paciente, tensões emocionais e físicas.

Veja como é uma ótima técnica para relaxamento na hidroterapia:

Quais as principais técnicas?

Quem trabalha com hidroterapia deve dominar uma dessas técnicas para tratar o paciente adequadamente, por isso é sugerido fazer a formação em hidroterapia e realizar um curso específico nas técnicas abaixo para se profissionalizar na área.

A AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, sempre procura fisioterapeutas especializados em hidroterapia e com conhecimentos avançados nessas técnicas:

  • Bad Ragaz
  • Watsu
  • Halliwhick

Hidroterapia é uma especialidade?

Sim, através da resolução n° 433 em 3 de setembro de 2014, a fisioterapia aquática ou hidroterapia é uma especialidade do fisioterapeuta.

A utilização da água em diversos contextos e ambientes para reabilitar o paciente é considerada hidroterapia.

O profissional faz pós-graduação em fisioterapia aquática, depois passa por exames de competência para receber o título de especialista pelo Crefito.

Essa é uma da áreas da fisioterapia onde falta profissionais qualificados!!

Considerações finais

A reabilitação, cura e prevenção dos seres humanos sempre acontecerá através de um programa fisioterapêutico individualizado. Portanto, o fisioterapeuta que trabalha com hidroterapia precisa considerar as individualidades e necessidades do paciente para saber quais exercícios utilizar.

O destaque do tratamento na água é principalmente para os pacientes com patologias que impedem a deambulação adequada e para paciente com desequilíbrio emocional. De forma que as propriedades físicas da água facilitam a movimentação das articulações. Já os métodos exclusivos para relaxamento, que geralmente são realizados no final da sessão, conseguem melhorar os aspectos psicológicos do paciente.

Gostou do que leu? dê uma olhada nos aparelhos de hidroterapia no site e aproveite para comprar com o CUPOM 30BLOG.